Bem-Vindo, Visitante
Username: Password: Lembrar-me
  • Página:
  • 1

TÓPICO: BONNEVILLE T 100 790cc

BONNEVILLE T 100 790cc 15 Mar 2012 00:17 #1

  • motonline
  • motonline's Avatar
  • OFFLINE
  • Administrator
  • Postagens: 1227
  • Thank you received: 11
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.


BONNEVILLE T 100 790cc 09 Jun 2013 20:07 #2

  • Soueu
  • Soueu's Avatar
  • OFFLINE
  • Mega Forista
  • Postagens: 12600
  • Thank you received: 316
Legal. Esta é a primeira opinião de um usuário da Boneville que leio.
Sempre na boa / sempre de moto - Biker since 1975.
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.

BONNEVILLE T 100 790cc 11 Ago 2013 08:41 #3

  • Enguarde
  • Enguarde's Avatar
  • OFFLINE
  • Forista Novato
  • Postagens: 3
Faltou mais detalhes de informações. Km/litro, aceletação, conforto, preço das peças, entre outros.
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.

BONNEVILLE T 100 790cc 14 Set 2014 22:19 #4

Comprei sem sequer testar. E não me arrependi.
Para mim está sendo a moto mais fácil de andar que pilotei. Parece que já a tenho há muito tempo.
Tudo à mão. Potência, torque e estabilidade na medida certa.
Para quem procura uma moto clássica, que dê a impressão de poder ficar contigo muitos anos a "Bonnie" é a moto certa.
Mesmo com proposta espartana achei-a muito bem acabada.A garupa também gostou. Pelo menos fica mais próxima e na mesma altura como as motos na década de 70. Não há a necessidade de se ficar curvado para frente. A pilotagem é confortável e ereta. Claro é que sem proteção do vendo e com pedaleiras mais próximas ao banco aparenta ser (eu ainda não senti) um pouco desconfortável para uma puxada além de 100 Km sem descanso. Mas dá para manter médias entre 130 e 160 com muita segurança. As rodas parecem estar suspensa ou que andamos em um tapete mágico. O guidon, embora um pouco mais largo, ficou em boa medida para a condução.
O som é sensacional. Presente mas bem abafado. Ouve-se o barulho do motor sem deixarmos de ouvir o vento em velocidades baixas.
A suspensão é boa mas fica a dever de uma monoshock. Mas, a proposta é uma moto com dois amortecedores dentro do clima retrô. Portanto, não se pode ter tudo em uma moto.
Ótimos freios e divertidíssima. Não pude conferir o consumo mas pelo o que deveria haver no tanque e onde eu cheguei não é nada absurdo.
O estilo é fantástico. Sente-se um carinho muito grande pela motocicleta na primeira saída.
Creio que não seja uma moto desejada por ladrões e assaltantes. Isso já é uma boa coisa para podermos andar mais tranquilos nos grandes centros. Talvez, por esta razão, o seguro se torne mais barato.

Como pontos ruins eu aponto o seguinte:

1 - O local da chave embora no "clima" leva-se duas chaves, o chaveiro e, no meu caso, mais uma chave da tampa do tanque. As chaves balançam e vão roçando na parte superior do garfo (orelhas). Uma chave para tudo, um outro local para a fechadura ou um chaveiro que limite este problema seria bem vindo.

2 - Embora o conforto seja satisfatório as pedaleiras do piloto são largas e ficam exatamente na posição em que eu, com 1,69, coloco os pés no chão. É um inconveniente chato que leva um tempo ao se acostumar sentir aquela ponta da pedaleira batendo na perna.

3 - A tampa do óleo, original, é muito "flat" e para abrir tem que ter uma ferramenta melhor para não estragá-la. Há um acessório mais decente mas não deixa de ser mais um valor a gastar após a compra.

4 - Como a moto é feita (ou montada) no Brasil, poderiam ter atenção ao velocímetro e redesenhá-lo. A marcação em milhas é maior do que a em quilômetros, que fica do lado de dentro. Acho que seria uma boa consideração com o público que a compra.

5 - Os acessórios originais ... tem preços absurdos... inacreditáveis.

Mas é uma excelente moto. Gostei muito e superou, em muito, as minhas expectativas.
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.
  • Página:
  • 1
Time to create page: 0.193 seconds