HUNTER 100 95cc HUNTER 100 95cc Quente

HUNTER 100 95cc

Marca

Fabricante
Sundown

Motor/Transmissão/Chassi

Cilindrada
100,00 cc
Potência máxima
0,00 cv a rpm
Torque máximo
0,00 kgf.m a rpm

Dimensões

Peso (seco)
0,00 Kg
Peso em Movimento
0,00 Kg (MVOM)

Análises dos usuários

Avaliação média dos usuários: 2 usuário(s)

Para escrever uma análise por favor registre-se ou login.

Satisfação Geral 
 
7.0  (2)
 
Visual 
 
7.0  (2)
Conforto 
 
6.0  (2)
Performance 
 
6.5  (2)
Dirigibilidade 
 
7.5  (2)
Consumo 
 
10.0  (2)
Custo x Benefício 
 
10.0  (2)
 
HUNTER 100 95cc 2012-06-08 00:46:08 Daniel Francelino
Satisfação Geral 
 
7.0
 
Visual 
 
6.0
Conforto 
 
6.0
Performance 
 
6.0
Dirigibilidade 
 
8.0
Consumo 
 
10.0
Custo x Benefício 
 
10.0
Daniel Francelino Analisado por Daniel Francelino    08 de Junho de 2012
Analista Top 500  -   Ver todas as minhas análises

Eu faria umas modificações no projeto dessa moto: Chassi tubular no lugar de estampado; freios a disco D e T, Injeção eletrônica; supensão traseira da YBR, painel com medidor de combustível, suspensão dianteira mais firme, sem abrir mão do conforto, tanque de combustível ampliado para 15l e outras coisas.

Eu recomendo!
Prós
Consumo campeão: 50km/l andando à média de 50~60/h. Farol tem potência e iluminação ótima. Tanto que vou usar lâmpada de potência igual numa próxima moto em que a iluminação seja deficiente. Visual retrô (para quem acha interessante); É um conjunto valente pelo pouco motor, atende plenamente a quem quer apenas uma moto para deslocamentos urbanos e curtas viagens. O índice zero de furto é outro ponto positivo. Estacione e fique tranquilo, dificilmente alguém levará a moto embora.
Contras
Freios e suspensão são insuficientes, mesmo com o baixo peso (86kg). Sugestão? Troque o dianteiro pelo da CG Titan, em conjunto com os raios. O traseiro é ajuste. A suspensão dá batente na dianteira mesmo recalibrando a mola e acrescentando óleo para deixá-la mais "dura". A vibração é algo geral na moto, mas fica a dica: aperte o manete do freio dianteiro quando estiver parado e isso alivia bem a vibração do motor transmitida ao quadro, O banco tem uma espuma pouco densa, que cede rápido mesmo com um piloto peso-pena. Se estiver com garupa, já avise-o que ele vai sofrer com o banco e a ferragem do bagageiro irá incomodar muito. E a balança traseira, onde estão fixadas as pedaleiras do garupa, não são o que há de mais confortável para seu passageiro. Vaza combustível pela tampa do tanque, isso é um problema crônico e que danifica seriamente a pintura do tanque. E faz falta um marcador de combustível no painel, mesmo com o consumo de 50km/l.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2008
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Terra
Quilometragem
2.953 Km
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Manutenção
Normal
Esta análise foi útil para você? 
Sim (9)Não (2)
Denunciar esta análise
HUNTER 100 95cc 2012-06-09 20:19:28 Matheus!
Satisfação Geral 
 
7.0
 
Visual 
 
8.0
Conforto 
 
6.0
Performance 
 
7.0
Dirigibilidade 
 
7.0
Consumo 
 
10.0
Custo x Benefício 
 
10.0
Matheus! Analisado por Matheus!    09 de Junho de 2012
Analista Top 1000  -   Ver todas as minhas análises
Eu recomendo!
Prós
Desenho retrô não denuncia a idade dos modelos. Surpreende a todos que rodam com ela sem grandes expectativas, pois ela demonstra ter mais força. Peças compatíveis com Hunter 90, Hunter 100, Dafra Super 50. Conjunto da obra consagrado pelo tempo pois ja foi utilizado pela Yamaha e Honda nos anos... dos dinossauros. Moto que leva com satisfação a todo perímetro urbano sem medo de furto. Boa e barata de manter. A Dafra precisa manter ela em linha por muitos anos, pois ela surpreende os desavisados.
Contras
Se encher o tanque até o fim, no passar pelo sacolejo de nossas ruas, ao passar dos dias (ainda cheio pois é muito econômica) vaza pequenos rastros de gasolina ao redor do bocal. Então, não encha até o fim. Pneu traseiro fino, que merece ser trocado por um mais largo para que não se sinta pancadas ao cair em buracos e valetas.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2011
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Terra
Quilometragem
3.200 Km
Manutenção
Fácil de encontrar
Custo de Manutenção
Baixo
Esta análise foi útil para você? 
Sim (6)Não (1)
Denunciar esta análise
 
Powered by JReviews

Postado: 08 Out 2012 20:17 por EvTiNeLLi #616910
EvTiNeLLi's Avatar
Para comentar a respeito da Hunter 100 é importante ter em mente que uma moto de 100cc é de uma categoria abaixo das 125cc, não dá pra comparar uma com a outra. Estou dizendo isso pq muita gente confunde isso e cobra delas um desempenho da categoria acima, o que é impossível com seus aprox 7cv de potência, quase metade do que rende uma 125, por exemplo.
Se a Hunter 100 fosse vendida sem alteração nenhuma pela Honda, acredito eu que seria um sucesso de vendas. Digo isso pois ela é a mais completa e ao mesmo tempo é a mais leve da categoria com seus 86kg (cerca de 11kg mais leve que a Bis 100, por exemplo), isso graças ao seu quatro em T e a falta de carenagens. Com uma boa realção pesoXpotência, ela é econômica fazendo sempre entorno de 40km/l com ótima autonomia devido ao seu tanque de 10 litros! Possui um bom desempenho para velocidades de até 80km/h (passa dos 100km/h com bastante esforço, mas passa), se vc mantiver uma velocidade média de 60km/h ela é perfeita, pois acelera muito bem até essa velocidade o que faz ser excelente para uso na cidade. Agora rodar em rodovias é muito para ela tanto quanto para qualquer outra da categoria, não dá.
Em relação aos intens de série, ela vem com painel completo com conta-giros, indicador de marchas e odometro parcial. O farol é muito bom, usa lâmpada 35/35w com foco muito melhor do da Titan 125 (já tive uma), por exemplo, sendo bem melhor que o da Pop 100, sua concorrente.
O câmbio rotativo de 4 marchas dá muita praticidade no anda e para da cidade, aliado à embreagem convencional permite boas arrancadas e reduções mais apimentadas que outros modelos que não tem a manete na mão esquerda.
Como várias motos de origem chinesa ela peca na qualidade dos plásticos e borrachas, o que faz os comandos do guidão e as hastes das setas requererem cuidado extra para não danificarem.
O maior ponto negativo dela, sem dúvida, é o reconhecimento do mercado graças à má gestão da Sundown, que queimou o filme de toda sua linha. Eu comprei a minha em janeiro/2008, uns 6 meses antes da crise mundial e quase um ano antes da enchente do vale do Itajaí, numa época em que a Sundown disputava o 3º lugar do mercado com a Suzuki, com isso, no primeiro ano pós compra fui muito bem atendido pela concessionária e não enfrentei nenhum problema relevante. Nos anos seguintes acompanhei triste a falência da empresa que detonou o valor de revenda, fazendo os R$3450,00 que investi na época virarem pó. E ao invés de dar a motoca pra um desconhecido, decidi dá-la para minha irmã e tirá-la da vida de pegar ônibus, o melhor fim que poderia dar para essa minha ex-motoca que me transportou por 4 anos.