Bem-Vindo, Visitante
Username: Password: Lembrar-me
  • Página:
  • 1

TÓPICO: Kawasaki Ninja 250R

Kawasaki Ninja 250R 16 Jan 2012 14:32 #1

  • CostaSilva
  • CostaSilva's Avatar
  • OFFLINE
  • Forista Novato
  • Postagens: 30
  • Thank you received: 4
Ano de fabricação: 2009/2009
Quilometragem: 3000km
Tipo de uso: Lazer[style="text-align: left; "]. [/style]

Em que tipo de terreno você testou a moto:
1- urbano sim
2- terra não
3- estrada sim
4- pista não

Aspectos a avaliar:
1-conforto Surpreende
2-motor Surpreende
3-câmbio Atende, Ruim
4-dirigibilidade Surpreende
5-suspensão dianteira Atende
6-suspensão traseira Atende
7- Vale o quanto custa? Não

Responda: Você indicaria essa moto para um amigo ou parente? sim

[style="text-align: left; font-weight: bold; "]-Comente sua experiência com a moto. [/style][style="text-align: left; "]Minha moto anterior era uma XR250Tornado, uma moto pela qual eu era apaixonado mas que tive de me desfazer depois de bons passeios. Vendi ela e algum tempo depois resolvi comprar uma Ninja 250 pelo seu visual arrebatador e pelo motorzinho 2 canecos. Quando se compra zero km, o período do amaciamento é um martírio já que não se pode passar dos 4000rpm e nessa faixa de giro o motor da Ninjinha é extremamente fraco, parecendo ser mais fraco ainda que uma 125cc. Porém, a partir dos 5000rpm o motor começa uma transformação que fica completa ao se romper os 8000rpm e daí até os 12500rpm é um tiro, o motor muda completamente, mostrando muita força e um ronco delicioso de se ouvir.
[/style][style="text-align: left; "]
[/style][style="text-align: left; "]Mesmo tendo 1,91, me sinto confortável sobre a Ninja. Já fiz uma viajem de 300km sem paradas e não senti dores na coluna ou sobre os punhos. Parte disso é resultado do guidão mais elevado, onde podemos curtir uma posição menos radical que a encontrada na Comet 250. O banco é meio é duro mas não chega a incomodar. A suspensão foi feita para trabalhar em pistas em boas condições. Os pneus originais só prestam para rodar em pista seca, são muito ruins em pista molhadas. Os freios são excelentes, bastante atuantes assim como o farol que tem ótima iluminação a noite. O painel, apesar de horrível, mostra o necessário, em especial a temperatura da água que sempre fica alta quando se anda na cidade com transito mais pesado. Andar com os retrovisores abertos na cidade é impossível, são muito largos. Na estrada eles oferecem uma visão bastante limitada do que acontece atras da sua moto, portanto é preciso muita atenção com os pontos cegos que não são poucos na Ninjinha.[/style][style="text-align: left; "]
[/style][style="text-align: left; "]Carregar garupa também é complicado, ainda mais quando não existem alças para o passageiro. Também é impossível amarrar qualquer coisa sobre o banco do garupa mas para isso damos um desconto já que essa moto não foi feita para isso.[/style][style="text-align: left; "]
[/style][style="text-align: left; "]O desempenho do motor é bom. Como disse antes, a moto fica bastante nervosa acima dos 8000rpm e vai assim até os 12500rpm onde chegamos na faixa vermelha. As acelerações são prazerosas, as retomadas um pouco lentas. Rodar a 120km/h é tranquilo para mim, mesmo pesando 108kg (preciso de um regime urgente!!!). Com ela já cheguei a dar 170km/h em uma grande reta com uma levíssima descida ao fim com surpreendente tranquilidade. Mesmo rápido assim a moto não parece estar rodando no seu limite de estabilidade já que ela não balançou em momento algum. As marchas parecem bastante próximas quando se roda em baixa velocidade mas se mostram corretas quando se roda em rotações mais altas.[/style][style="text-align: left; "]
[/style][style="text-align: left; "]Por fim, é uma pequena moto que chama muito a atenção por onde passa, seja pela aparência invocada, pelo ronco do motor ou pelo mítico nome Ninja estampado com orgulho nas carenagens laterais. É um produto razoavelmente caro para uma moto 250 mas quando comprei, a concessionária estava queimando as motos 2009 com descontos realmente atraentes, portanto comprei sem medo. Tem um seguro razoavelmente em conta (pago 1.350,00 morando no ABC Paulista), nem foi necessário instalar rastreador. Seu consumo vai de 19 a 25km/l dependendo da mão. É um produto interessante para quem planeja em algum tempo partir para uma 600cc, dá uma boa noção de como se fazer curvas, freiar e acelerar.[/style][style="text-align: left; "]
[/style][style="text-align: left; "]Espero ter ajudado, qualquer coisa estamos a disposição!!! ;)[/style]
Kawasaki Ninja 250R
"Viva hoje porque o ontem já se foi e o amanhã pode não vir"
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.


Kawasaki Ninja 250R 25 Fev 2012 07:08 #2

Legal sua postagem. Faço minhas as suas palavras. Ano passo na primeira semana de abril comprei uma Ninja 250 zero km e também sofri com o amamaciamento(rodei 160km da concessionária em Botafogo-RJ até minha cidade Valença-RJ, o que foi um sofrimento pois o limite de 4000rpm pra ela nao eh nada). A minha eu coloquei manete esportiva(2 dedos), punho esportivo, escape Arachi aço inox, slider, pneu 140 pirelli sport dragon. O meu uso era 90% de cidade(com paralelepípedos e asfalto com muitos desníveis de remendos mal feitos pela prefeitura municipal) e o acerto da Ninja 250 é voltado para pistas em excelente estado(e como esse não é o caso aqui, a condução com garupa principalmente ficava prejudicada com forte stress as palmas das mãos e a dona reclamava do banco que eh um pouco duro). Depois que coloquei o escapamento a moto perdeu performance absurdamente. Foi entao que eu e o meu mecanico criamos um abafador e instalamos no escapamento esportivo o que abafou bem o ronco que estava absurdamente alto e melhorou muito o desempenho. Depois de 7 meses com ela, a vendi e agora estou com a XJ6F, a qual estou muito satisfeito. Mesmo sendo uma 600cc, o acabamento da carenagem da Kawasaki Ninja 250 aparenta ser superior ao da XJ6F.
Valeu. Boa diversão com a moto.
Abraço.
Carlos Naves
Carlos Naves

www.carlosnaves.com
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.

Kawasaki Ninja 250R 26 Fev 2012 06:26 #3

  • Harada
  • Harada's Avatar
  • OFFLINE
  • Administrator
  • Postagens: 1615
  • Thank you received: 166
CostaSilva escreveu:
Ano de fabricação: 2009/2009
Quilometragem: 3000km
Tipo de uso: Lazer[style="TEXT-ALIGN: left"]. [/style]

Em que tipo de terreno você testou a moto:
1- urbano sim
2- terra não
3- estrada sim
4- pista não

Aspectos a avaliar:
1-conforto Surpreende
2-motor Surpreende
3-câmbio Atende, Ruim
4-dirigibilidade Surpreende
5-suspensão dianteira Atende
6-suspensão traseira Atende
7- Vale o quanto custa? Não

Responda: Você indicaria essa moto para um amigo ou parente? sim

[style="TEXT-ALIGN: left; FONT-WEIGHT: bold"]-Comente sua experiência com a moto. [/style][style="TEXT-ALIGN: left"]Minha moto anterior era uma XR250Tornado, uma moto pela qual eu era apaixonado mas que tive de me desfazer depois de bons passeios. Vendi ela e algum tempo depois resolvi comprar uma Ninja 250 pelo seu visual arrebatador e pelo motorzinho 2 canecos. Quando se compra zero km, o período do amaciamento é um martírio já que não se pode passar dos 4000rpm e nessa faixa de giro o motor da Ninjinha é extremamente fraco, parecendo ser mais fraco ainda que uma 125cc. Porém, a partir dos 5000rpm o motor começa uma transformação que fica completa ao se romper os 8000rpm e daí até os 12500rpm é um tiro, o motor muda completamente, mostrando muita força e um ronco delicioso de se ouvir.
[/style]
[style="TEXT-ALIGN: left"]
[/style]
[style="TEXT-ALIGN: left"]Mesmo tendo 1,91, me sinto confortável sobre a Ninja. Já fiz uma viajem de 300km sem paradas e não senti dores na coluna ou sobre os punhos. Parte disso é resultado do guidão mais elevado, onde podemos curtir uma posição menos radical que a encontrada na Comet 250. O banco é meio é duro mas não chega a incomodar. A suspensão foi feita para trabalhar em pistas em boas condições. Os pneus originais só prestam para rodar em pista seca, são muito ruins em pista molhadas. Os freios são excelentes, bastante atuantes assim como o farol que tem ótima iluminação a noite. O painel, apesar de horrível, mostra o necessário, em especial a temperatura da água que sempre fica alta quando se anda na cidade com transito mais pesado. Andar com os retrovisores abertos na cidade é impossível, são muito largos. Na estrada eles oferecem uma visão bastante limitada do que acontece atras da sua moto, portanto é preciso muita atenção com os pontos cegos que não são poucos na Ninjinha.[/style]
[style="TEXT-ALIGN: left"]
[/style]
[style="TEXT-ALIGN: left"]Carregar garupa também é complicado, ainda mais quando não existem alças para o passageiro. Também é impossível amarrar qualquer coisa sobre o banco do garupa mas para isso damos um desconto já que essa moto não foi feita para isso.[/style]
[style="TEXT-ALIGN: left"]
[/style]
[style="TEXT-ALIGN: left"]O desempenho do motor é bom. Como disse antes, a moto fica bastante nervosa acima dos 8000rpm e vai assim até os 12500rpm onde chegamos na faixa vermelha. As acelerações são prazerosas, as retomadas um pouco lentas. Rodar a 120km/h é tranquilo para mim, mesmo pesando 108kg (preciso de um regime urgente!!!). Com ela já cheguei a dar 170km/h em uma grande reta com uma levíssima descida ao fim com surpreendente tranquilidade. Mesmo rápido assim a moto não parece estar rodando no seu limite de estabilidade já que ela não balançou em momento algum. As marchas parecem bastante próximas quando se roda em baixa velocidade mas se mostram corretas quando se roda em rotações mais altas.[/style]
[style="TEXT-ALIGN: left"]
[/style]
[style="TEXT-ALIGN: left"]Por fim, é uma pequena moto que chama muito a atenção por onde passa, seja pela aparência invocada, pelo ronco do motor ou pelo mítico nome Ninja estampado com orgulho nas carenagens laterais. É um produto razoavelmente caro para uma moto 250 mas quando comprei, a concessionária estava queimando as motos 2009 com descontos realmente atraentes, portanto comprei sem medo. Tem um seguro razoavelmente em conta (pago 1.350,00 morando no ABC Paulista), nem foi necessário instalar rastreador. Seu consumo vai de 19 a 25km/l dependendo da mão. É um produto interessante para quem planeja em algum tempo partir para uma 600cc, dá uma boa noção de como se fazer curvas, freiar e acelerar.[/style]
[style="TEXT-ALIGN: left"]
[/style]
[style="TEXT-ALIGN: left"]Espero ter ajudado, qualquer coisa estamos a disposição!!! ;)[/style]


Se vale como contribuição:
[TUBE][/TUBE]
Valorize quem promove a ética e transparência !
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.

Kawasaki Ninja 250R 26 Fev 2012 10:28 #4

  • Zoom505
  • Zoom505's Avatar
  • OFFLINE
  • Forista Novato
  • Postagens: 498
  • Thank you received: 3
Muito bacana seu relato, excelente mesmo, completamente imparcial e mostrou os
prós e contras da Ninja, deu pra imaginar exatamente como a motocicleta realmente
é, parabéns!
Pimenta Bueno-RO
2006 - Honda Biz 125c
2007 - Yamaha Fazer 250
2008 - Honda Biz+ 125cc
2008 - Yamaha Xtz 125X
2009 - Honda CB300R
2010 - Kasinski GT250R EFI
2011 - Hornet 2007 Laranjinha
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.

Kawasaki Ninja 250R 26 Fev 2012 15:19 #5

  • Soueu
  • Soueu's Avatar
  • OFFLINE
  • Mega Forista
  • Postagens: 12600
  • Thank you received: 315
Agora no carnaval um amigo viajou conosco com a ninja 250 dele. Pelo que eu observei, ela é muito boa de curvas, tem um bom desempenho e se saiu bem nas estradas rurais mineira. Aliás, estradas mineiras, são o que há de melhor para se aferir o comportamento de uma moto. Quem conhece sabe disso.
Sobre o vídeo; uma lição para todos (que é das trilhas; moto ou bike, sabe bem disso)- ONDE VOCÊ OLHA, É ONDE VOCÊ VAI.
Sempre na boa / sempre de moto - Biker since 1975.
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.

Kawasaki Ninja 250R 26 Fev 2012 18:26 #6

  • Jean_SP
  • Jean_SP's Avatar
  • OFFLINE
  • Moderator
  • Pilotar para viver; viver para Pilotar!
  • Postagens: 7951
  • Thank you received: 328
hj mesmo, estávamos conversando sobre isso.

""onde vc olha, é onde vc vai"
Motonline!!
Referência em Motos.

Viver para pilotar,
Pilotar para Viver!!!!
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.


Re: Kawasaki Ninja 250R 02 Jul 2012 14:28 #7

  • CostaSilva
  • CostaSilva's Avatar
  • OFFLINE
  • Forista Novato
  • Postagens: 30
  • Thank you received: 4
Desde meados de janeiro até julho, rodei pouco mais de 1000km com a Ninja. Rodei tão pouco por conta da pura falta de tempo já que neste espaço de tempo nasceu minha filha e comecei a dar aulas na rede estadual (SP). Acredito que de julho em diante as coisas devam voltar ao normal. Mas falando da moto em si, as novidades são as seguintes:

1 - Em junho venceu o seguro. No primeiro ano, paguei R$ 1.350,00 e agora na renovação me cobraram mais de R$ 4.000,00, um absurdo! Fui obrigado a partir para um rastreador que pague no caso de não encontrar a moto após um roubo ou furto;

2 - Aquela ideia de que a Ninja 250R é um degrau para motos maiores tem feito cada vez mais sentido para mim. Conforme nós, pilotos, vamos amadurecendo e conhecendo mais a moto, nos sentimos mais seguros para explorar curvas, acelerações e frenagens e dentro do uso racional, acho que já cheguei no limite da Ninjinha e me sinto preparado para encarar uma moto de 600cc. Continuo adorando a Ninjinha, sempre consigo andar com muita folga respeitando o limite de qualquer rodovia mas sinto que o tempo dela comigo esta acabando...;

3 - A moto não deu problema algum até agora. Nenhum barulho estranho, nenhum ponto de ferrugem (mesmo com a moto ficando sob chuva e sol) e mesmo com o pouco uso, a bateria e a partida se mostram como novas.

Enfim, só posso dizer que a moto continua valendo cada centavo investido! Se alguém tiver alguma pergunta para fazer sobre a moto, basta mandar!

Abraços a todos e cuidado com as linhas de cerol que voltaram com tudo agora nas férias de julho!
Kawasaki Ninja 250R
"Viva hoje porque o ontem já se foi e o amanhã pode não vir"
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.
  • Página:
  • 1
Time to create page: 0.229 seconds