Bem-Vindo, Visitante
Username: Password: Lembrar-me
  • Página:
  • 1
  • 2

TÓPICO: Qual 250cc?

Qual 250cc? 27 Dez 2015 18:54 #16

  • Jotace - Rio
  • Jotace - Rio's Avatar
  • OFFLINE
  • Forista Novato
  • Postagens: 21
  • Thank you received: 3
Bem, pra início de conversa tenho uma F800GS, que é a minha 55ª moto e te garanto, andar a 160km/h não é algo costumeiro e oportuno, a não ser em autódromos e raramente nas rodovias, contrariando toda norma de segurança. Primeiro pela segurança do próprio piloto, eventualmente de garupa e deve-se aditar a segurança dos outros usuários das vias. É uma velocidade que não permite a mínima faixa de erro seu e de outros (o que é bastante comum). Se você acertar uma pequena ave que seja... :whistle:

Mas, outro ponto a ser observado, cavalo que anda mais também come mais, não há mágica, acima daquilo que se estabelece como velocidade cruzeiro pra cada modelo, você sempre consumirá mais e desgastará mais o seu precioso motor, observado o limite das rpms.

Determinados modelos apresentam erro de até 30% de erro em seus velocímetros, pra maior. O normal é 10%.

Certa vez, a bordo de uma Mirage 250 (Kasinski), estava a 135km/h no velocímetro, com velocidade real de pouco menos de 100km/h. Isso mesmo, cerca de 35% de erro. :blush:

Se você pegar uma Tenere 250, por exemplo, e comparar com o gps verá que o erro é de 10%, como já fiz. Portanto, os que de forma otimista asseguram que sua Tezinha ou Fazer fazem média de até 34 km/litro, devem fazer a devida correção para a distância percorrida, também 10% maior. Resumindo, essas motos chegam a 30,4 km/l, aproximadamente, no máximo, dependendo de uma série de variáveis.

Para o dia-a-dia e eventuais incursões nas rodovias, considero a Té250 ou a Fazer250 excelentes motos. As XRE e CB300, passe longe, tiveram projeto bichado. Aquela máxima de ONDA é ONDA já era há muito tempo. :silly:

Claro, há opções de algumas usadas, porém, considere a dificuldade das peças para manutenção. Vou dar um exemplo, no ano passado (2014) comprei uma XT600E, 2004, com incríveis 2800 rodados. Novíssima. Os pneus estavam zerados, ainda com cabelinhos, precisei trocá-los pois começaram a apresentar rachaduras, na medida que comecei a andar. Uma simples presilha plástica, que prende o cabo do velocímetro na canela esquerda, endureceu e quebrou. Não encontrei em nenhuma CC Yamaha, nem na internet. A tampa do tanque caiu durante abastecimento e quebrou o plástico. Ficou assim, e por aí vai...

Se ainda assim você quiser entrar no mundo da velocidade, aí o céu é o limite, mas prepare-se para os custos de manutenção e equipamentos. Já viu o preço de um macacão apropriado? De um capacete? Das botas? kkkkk... :woohoo:

Desculpe alongar tanto, mas a gente vê tanta coisa escrita que nos deixa boquiabertos.

Forte abraço.
Última Edição: 27 Dez 2015 18:55 por Jotace - Rio. Razão: erro na digitação
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.
Os seguintes usuários disseram Obrigado: pauloferreira174


Qual 250cc? 27 Dez 2015 19:22 #17

  • ezenecon
  • ezenecon's Avatar
  • OFFLINE
  • Forista Expert
  • Postagens: 2801
  • Thank you received: 458
Disse tudo!!!!!
Ezenecon

2º ENM, eu também FUI!!!!!!
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.

Qual 250cc? 29 Dez 2015 14:28 #18

Boa tarde pessoal,
muito boa a explanação do Jotace, gostei mesmo.
Também estou pensando em subir de cilindrada novamente, e até R$ 16.000,00 não temos tantas assim opções no nosso mercado, pensei na ER-6n, Cb Twister nova, Ninja 250, contudo, uma que estou gostando e não sobe tanto assim o teto mencionado é a CB 500 usada, pois aqui em Belo Horizonte ela saí na média de R$ 17000. Não chega a ser um primor de design, mas tem motor de 50 cv, e um bom torque, isso que me cativa; não deixa de ser uma opção.
***CBX 250 TW -- C 125 BIZ -- CBX 200 STRADA -- CG 125 -- YBR 125 -- CRYPTON 115 -- YBR 125 FACTOR -- CG 150 TITAN***
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.
Os seguintes usuários disseram Obrigado: Patriarca

Qual 250cc? 29 Dez 2015 20:22 #19

  • ezenecon
  • ezenecon's Avatar
  • OFFLINE
  • Forista Expert
  • Postagens: 2801
  • Thank you received: 458
pauloferreira174 escreveu:
Boa tarde pessoal,
muito boa a explanação do Jotace, gostei mesmo.
Também estou pensando em subir de cilindrada novamente, e até R$ 16.000,00 não temos tantas assim opções no nosso mercado, pensei na ER-6n, Cb Twister nova, Ninja 250, contudo, uma que estou gostando e não sobe tanto assim o teto mencionado é a CB 500 usada, pois aqui em Belo Horizonte ela saí na média de R$ 17000. Não chega a ser um primor de design, mas tem motor de 50 cv, e um bom torque, isso que me cativa; não deixa de ser uma opção.

Paulo, por R$17.000,00 vc acha ER-6n 2010, pouco rodada, e ela tem 72 Hp!!! além de suspensões bem mais modernas!!
Ezenecon

2º ENM, eu também FUI!!!!!!
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.

Qual 250cc? 29 Dez 2015 21:04 #20

Sim, pode ser, aí realmente vai depender do estado da moto. Particularmente eu buscaria a mais nova que estivesse no meu orçamento, por isso falei da CB 500, de no máximo 2 anos de uso.
***CBX 250 TW -- C 125 BIZ -- CBX 200 STRADA -- CG 125 -- YBR 125 -- CRYPTON 115 -- YBR 125 FACTOR -- CG 150 TITAN***
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.

Qual 250cc? 30 Dez 2015 14:57 #21

  • Nobre
  • Nobre's Avatar
  • OFFLINE
  • Forista Novato
  • Postagens: 385
  • Thank you received: 53
Tenho uma ER-6n, é uma moto muito boa e que surpreende com seu torque e sua puxada aos 7 mil rpm, a minha é 2010 e está com mais de 55 mil km. Não me deu dor de cabeça só itens de desgaste e manutenção rotineira.

Agora um amigo meu comprou uma CB500X e eu gostei mto da moto, pra quem quer uma moto bem versátil e com consumo mais comedido, 25km/l e no periodo de amaciamento ainda, creio que a CB500 eh melhor.
Atual: Kawasaki ER-6n
Honda Fan 150 Esi
Yamaha Crypton 105
Montes Claros - MG
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.


  • Página:
  • 1
  • 2
Time to create page: 0.239 seconds