Análises escritas por Ilo Pereira

4 resultados - mostrando 1 - 4
 
Naked
 
Satisfação Geral 
 
10.0
 
Visual 
 
10.0
Conforto 
 
9.0
Performance 
 
10.0
Dirigibilidade 
 
10.0
Consumo 
 
9.0
Custo x Benefício 
 
10.0
Ilo Pereira Analisado por Ilo Pereira    11 de Julho de 2015
Atualizado pela última vez: 14 de Outubro de 2015
Analista Top 100  -  

Possuo uma CB600F Hornet ano 2005 vermelha, e na minha opinião foi a moto mais bem projetada que a Honda fez até hoje das 600cc e 4 canecos. Ela possui uma ótima proposta para uso urbano e em especial nas estradas onde ela se "sente" a vontade, já que o motor em meio ao trânsito urbano com seus engarrafamentos esquenta rápido. Muita gente fala que falta um marcador de combustível, isso é fato, porém da pra se acostumar quando você pega a manhã, já que a motoca possui apenas uma luz no painel que acende toda vez em que o combustível entra no nível da reserva. O Escape superior apesar do mal cheiro, a meu gosto torna-se um charme já que amo a moto da maneira em que ela foi projetada( ORIGINAL), não sou adepto a nenhuma modificação. O motor dos seus 599cm³ e 4 cilindros em linha produz sua potência máxima de 96,5 cv aos seus 12.000 rpm. Outra particularidade é a dimensão do motor( gigantesco) o que torna a motoca ainda mais robusta se comparada até a motos de cilindradas superiores( Ex: Bandit 1200 ). Apesar de ter 4 carburadores em linha, ela tem uma elasticidade incrível e o consumo fica na média de 13,5km por litro na cidade( com os carburadores limpos e equalizados) e de 18 km por litro na BR andando na manha.

Esta análise foi útil para você? 
Sim (0)Não (0)
Denunciar esta análise
Street
 
Satisfação Geral 
 
10.0
 
Visual 
 
9.0
Conforto 
 
8.0
Performance 
 
9.0
Dirigibilidade 
 
9.0
Consumo 
 
7.0
Custo x Benefício 
 
8.0
Ilo Pereira Analisado por Ilo Pereira    04 de Outubro de 2014
Analista Top 100  -  

A Twister é a melhor moto no ramo naked 250/300 cilindradas. Apesar de não ser atual, já que saiu de linha em 2009, é uma monstra na pista. Na cidade é ótima e na estrada/pista, é ainda melhor. Viajei bastante nela, inclusive com a namorada e bagagem e atingia 140/145/km de final. Andando sozinho, chega em trechos de descida nos 160 km. O tanque de 16,5 litros é ótimo para andar um pouco mais. O painel clássico é um charme a parte nela. Motor de 249cc muito bom e resistente. Já tive uma CB300 e uma XRE300 também e a Twister da pau nas duas de olhos fechados. 6ª marcha é fato, querendo ou não ajuda bastante a motoca. A autonomia e estabilidade é boa, o que é um pouco chato é ter que ta limpando sempre que necessário o carburador dela, pra que a motoca não beba tanta gasosa e evite problemas futuros.

Eu recomendo!
Prós
Velocidade final muito boa, chegando a conseguir atingir os 160 km/h em algumas situações.
Manutenção em conta.
É uma moto segura e tem boa estabilidade e agilidade no trânsito.
Sem dúvidas a melhor motoca de 250/300cilindradas naked que o Brasil tem.
Conforto, bem melhor do que a CB300( indiscutivelmente, principalmente pra garupa.)
6ª marcha, que alonga mais a velocidade da motoca sem forçar o motor tanto.
Tanque razoavelmente bom pra moto( 16,5 litros).

Contras
É uma moto carburada, sendo necessário ao dono limpar o carburador sempre que puder.
O arrefecimento é a ar.
Por ser uma moto que anda muito, pode acontece de ter que trocar a vedação da tampa do motor que após muito uso e tempo, se desgasta e começa a vazar óleo.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Ano de Fabricação
2007
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
  • Pista
Quilometragem
52.850 Km
Esta análise foi útil para você? 
Sim (2)Não (0)
Denunciar esta análise
Street
 
Satisfação Geral 
 
10.0
 
Visual 
 
9.0
Conforto 
 
9.0
Performance 
 
10.0
Dirigibilidade 
 
9.0
Consumo 
 
9.0
Custo x Benefício 
 
9.0
Ilo Pereira Analisado por Ilo Pereira    02 de Outubro de 2014
Atualizado pela última vez: 15 de Outubro de 2014
Analista Top 100  -  

Tenho uma CB500 preta fabricação 2000, modelo 2001, uma puta moto, motor com ótima durabilidade( se não for o melhor que a Honda já produziu em questão de durabilidade), torque monstro, os dois carburadores Keihin VP em linha dão a motoca uma força e agilidade imensa, são 54cv de potência da carburada contra 50,5cv da CB500F a nova 500 da Honda. A Relação da Vaz com retentor pra CB500 é na faixa de RS 250,00 nada muito diferente de um de Twister por exemplo. Os pneus( pelo menos os que uso na minha) são uma das partes carinhas porque uso um 150 Michelin PilotRoad2 na traseira e um 120 na dianteira. O consumo da minha ta na faixa de 19/20 km com um litro de gasolina, claro eu maneirando o punho. A refrigeração é líquida( outro nível!). Questão de encontrar peças no mercado, se você realmente prezar por peças genuínas e originais da Honda, você encontra sim na matriz( Manaus) ou em alguma das milhares de concessionárias espalhadas pelo Brasil( claro que o preço não vai ser baratinho rs). O tanque é gigante, 18 litros( maior que o da Hornet caburada 17,3 litros). A limpeza e equalização dos dois carburadores que são em linha fica na faixa de R$ 96,00( concessionária Honda GranMoto Campina Grande). Revisão lá pra motos entre 500cc a 750cc é R$ 210,00. O ronco é inconfundível da CB500, pra uma moto de média cilindrada você nunca mais vai esquecer, não tem igual! É uma moto que também tem muita presença,não faz feio perto de motos maiores( 600cc,750cc, 1000cc). Além de tudo é uma clássica da Honda, desejada por muitos até hoje, já tendo inclusive sido utilizada pela ROCAM de São Paulo de 2001 a 2004, e durante um tempo até mesmo pela Policia Rodoviária Federal; portanto da pra perceber a importância da motoca. Boa pra o dia a dia, excelente pra viagens, permitindo ultrapassagens seguras inclusive com garupa e bagagem. O painel analógico é um charme a parte.

Forte abraço a todos!

Eu recomendo!
Prós
Ótima potência(54cv)
Motor de alta durabilidade( se não for o melhor que a Honda já produziu neste sentido)
Preço de revenda estabilizado( R$ 10.000,00 a 14.000,00)
Moto robusta, de porte e presença. chama atenção principalmente pelo estilo clássico.
Estilo Old/Retrô, com destaque pra o painel.
Tanque de combustível com ótima capacidade ( 18 litros).
Apesar da agressividade é uma moto fácil de pilotar.
Boa autonomia, levando em consideração que é uma 500cc( fazendo a minha na faixa de 15/19 km por litro, claro maneirando o punho.)






Contras
Falta do marcador de combustível, por ser uma moto bem conceituada, deveria ter repensado bem essa parte a Honda.
Por ser um pouco baixa, tem que tomar cuidado com certas lombadas.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Ano de Fabricação
2000
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
  • Pista
Quilometragem
74.850 Km
Esta análise foi útil para você? 
Sim (4)Não (0)
Denunciar esta análise
Street
 
Satisfação Geral 
 
8.0
 
Visual 
 
9.0
Conforto 
 
6.0
Performance 
 
8.0
Dirigibilidade 
 
9.0
Consumo 
 
8.0
Custo x Benefício 
 
7.0
Ilo Pereira Analisado por Ilo Pereira    07 de Maio de 2013
Atualizado pela última vez: 04 de Outubro de 2014
Analista Top 100  -  

Tive minha CB300R modelo 2010 Prata, muito bem conservada e que sempre me acompanhou no dia-a-dia no trabalho e universidade, bem como minhas viagens nos finais de semana geralmente em distâncias de 150 km. Estava satisfeito até descobrir que uma CB300 de um amigo meu trincou o cabeçote, por ele sempre andar exigindo muito dela, em altos giros. Isso custou pra ele R$ 1.300,00 dilmas; uma facada não?. Tempos depois tive uma XRE300 2012 e após acabei migrado pra fora de linha Twister 2007 e não me arrependi nunca. Claro que ela tem seus prós, mais os contras acabaram pesando mais, principalmente no bolso.

Não recomendo.
Prós
No que diz respeito a CB300R, ela deixa a desejar a 6ª marcha e velocidade final, tem boa dirigibilidade, tem um bom Custo x Benefício para uma moto de média cilindrada, tem com todo direito o melhor design de todas as naked's na minha opinião reunindo esportividade e não deixando aquele estilo para pegar a estrada no final de semana de lado. Possui pneus esportivos, principalmente o traseiro que além de dar maior estabilidade a moto e chama bem a atenção de forma harmoniosa. O motor que ganhou mais cilindrada e passou a ter 299cm³ deu maior torque e força pra as arrancadas porém perde pra antiga Twister na velocidade final( fato). O principal e mais crônico problema é a trinca do cabeçote, pois boa parte dos usuário exigem muito da moto, com alta rotação o que termina ocasionando o trincamento do cabeçote e aí amigos, é nessa hora que você sente o bolso "sangrar" (R$ 1.300,00 junto com a instalação). Por isso acho mais em conta adquirir uma Twister( mesmo fora de linha) que é muito amis moto que a CB300.
Contras
Está perdendo muito valor na revenda, coisa por exemplo que não acontece com a Twister( 2007/2008) cujo valor é estabilizado em R$ 6.000,00.
Ficou devendo a 6ª marcha e na velocidade final que não chega sequer aos 160km/h ( máximo de 156km/h)
Motor monocilíndrico.
O principal é quando trinca o cabeçote tanto na CB300 quanto XRE300, pois grande parte dos donos, abusam das altas rotações e mais cedo ou mais trade isso é inevitável, pra quem usa a motoca sempre exigido o máximo dela. Um novo junto com a manutenção fica na faixa de R$ 1.300,00.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2009
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Terra
  • Estrada
  • Pista
Quilometragem
23.379 Km
Manutenção
Fácil de encontrar
Custo de Manutenção
Normal
Esta análise foi útil para você? 
Sim (3)Não (2)
Denunciar esta análise
4 resultados - mostrando 1 - 4
Powered by JReviews