Análises escritas por Emerson Otsuka

4 resultados - mostrando 1 - 4
 
Trail
 
Satisfação Geral 
 
9.0
 
Visual 
 
9.0
Conforto 
 
9.0
Performance 
 
8.0
Dirigibilidade 
 
9.0
Consumo 
 
9.0
Custo x Benefício 
 
8.0
Emerson Otsuka Analisado por Emerson Otsuka    25 de Julho de 2014
Analista Top 100  -  

É uma moto urbana pronta pra enfrentar o asfalto lunar da cidade de São Paulo. Não comprei esta moto para pegar estrada e acredito que não seja a praia dela pois além de ser leve demais o motor não tem desempenho suficiente para determinadas rodovias.
Parece com aqueles carros com roupagem aventureira, pois é um pouco melhor que um carro comum pra enfrentar pisos ruins, mas não é off road de verdade.
Vejo pessoas reclamando da velocidade final, mas realmente não sei o que elas esperam de um motor de 150cc! Eu noto sim uma diferença de desempenho com o scooter de 150cc que eu pilotava antes, mas nunca achei que a Crosser fosse correr muito mais.
Ela é "perfeita" para o que se propõe no projeto, moto urbana de baixa cilindrada com suspensões preparadas para pisos ruins e cara de trail.

Eu recomendo!
Prós
Suspensão com link na traseira evita que a moto pule nas lombadas e valetas e absorve bem as irregularidades.
É uma moto leve, fácil de pilotar e se esgueira fácil nos corredores.
Câmbio macio, fácil engate das marchas.
Painel de fácil leitura com indicador de marchas e conta giros.
Contras
Um painel digital grande mas sem um mísero relógio.
Freio dianteiro borrachudo.
A frente é leve em excesso, facilita em manobras mas ela empina fácil na saída em ladeiras.
Não tem cavalete central nem como acessório nas concessionárias.
A furação no bagageiro não é compatível com a grande maioria das bases dos bauletos (mesmo as bases colméia os furos não batem), sendo necessário comprar uma chapa metálica para instalá-los e somente uma concessionária em São Paulo tinha a peça.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Ano de Fabricação
2013
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
Urbano
Quilometragem
250 Km
Esta análise foi útil para você? 
Sim (9)Não (2)
Denunciar esta análise
Scooter/Cub
 
Satisfação Geral 
 
5.0
 
Visual 
 
9.0
Conforto 
 
3.0
Performance 
 
8.0
Dirigibilidade 
 
10.0
Consumo 
 
10.0
Custo x Benefício 
 
4.0
Emerson Otsuka Analisado por Emerson Otsuka    30 de Janeiro de 2014
Analista Top 100  -  

Para se tornar mínimamente confortável, é preciso trocar a espuma e o forro do banco (removendo o caroço) e trocar a suspensão traseira. E pra se tornar segura em piso molhado é necessário trocar os pneus. Não sei se compensa investir tanto, a não ser que seja seu único meio de transporte, ou seja, além de desembolsar o valor absurdo que cobram por ela tem que ter mais um bom dinheiro pra investir nessas melhorias.
Alguns colegas que têm a PCX relataram que depois dos 7 mil km, ela perde velocidade final e não passa mais dos 110km/h.
E ela não chega nos 120km/h ela CORTA nos 120km/h, ou seja, pra evitar o "susto" a velocidade de cruzeiro dela é entre 115 - 118 km/h, mas pra passar dos 100km/h é um exercício de paciência.
Muita gente está fazendo upgrade para a PCX achando que vai ser possível pegar estrada com ela, mas alerto que não será uma viagem sossegada, ela perde muita velocidade nas subidas e você estará trabalhando sem nenhuma folga de motor, as ultrapassagens serão sofridas e demandarão um espaço bastante grande para serem concluídas. É um veículo pensado e projetado pra uso urbano, pegue estrada por sua conta e risco, esteja ciente das limitações e muita atenção aos retrovisores pois será comum caminhões e ônibus pedirem passagem.

Não recomendo.
Prós
Econômica.
Fácil de manobrar e trafegar entre os carros.
Arranca rápido e alcança os 60km/h com rapidez.
Qualidade dos plástico é excelente, bem como o acabamento geral.
Contras
Banco duro, com forro que escorrega e com um "caroço" que atrapalha muito a posição de pilotagem.
Suspensão inexistente - pra quem tem propensão a ter dores na lombar, fuja dessa scooter pois ela não está nem um pouco adaptada ao asfalto off-road de São Paulo.
Sem relógio no painel, sem tomada de 12v.
Os pneus são horríveis na chuva, escorregam com excessiva facilidade.
Apesar de ser pequena, o banco é alto, para as pessoas de menor estatura é altamente recomendável fazer um test ride antes.
Porta-luvas sem chave e que abre sozinho se tiver alguma coisa um pouco mais pesada dentro (perdi uma trava de roda que guardava ali).
O espaço embaixo do banco é pequeno, não são todos os capacetes que cabem ali, muitos cabem na largura mas o banco não fecha.
Pra colocar bagageiro precisa furar a carenagem.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Ano de Fabricação
2013
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
2.950 Km
Esta análise foi útil para você? 
Sim (11)Não (1)
Denunciar esta análise
Trail
 
Satisfação Geral 
 
9.0
 
Visual 
 
9.0
Conforto 
 
10.0
Performance 
 
10.0
Dirigibilidade 
 
9.0
Consumo 
 
7.0
Custo x Benefício 
 
9.0
Emerson Otsuka Analisado por Emerson Otsuka    30 de Janeiro de 2014
Analista Top 100  -  

É uma motocicleta excelente, para o uso que faço dela (somente lazer), encara qualquer terreno apesar dos pneus serem mais ON que OFF.
Acho-a pesada para uso urbano, mas não chega a ser incômodo, isso depende muito do referencial e hábito de cada um, como uso uma moto muito menor pra deslocamento urbano do dia-a-dia acabo achando-a pesada e desengonçada demais pra enfrentar um trânsito mais pesado.

Eu recomendo!
Prós
Suspensão excelente, banco confortável. Motor elástico e com potência de sobra.
Viajei 3600km com ela e não tive nenhum tipo de problema.
Embreagem com engates macios, freios eficientes.
Suavidade de funcionamento do motor, não vibra e a aceleração é linear.
Faróis com boa iluminação e é muito fácil abaixar o facho quando carregada sem necessidade de ferramentas.
Contras
Barulho da corrente que bate no protetor, mas nada que desabone o prazer de pilotá-la.
Sinto falta do pisca alerta.
Rodas poderiam ser sem câmara para facilitar reparos.
O calor que emana do motor quando em trânsito urbano é incômodo.
O acesso ao computador de bordo poderia ser por botão na manopla para ter acesso a algumas informações, pois o painel fica distante do piloto apesar da fácil visualização.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Ano de Fabricação
2013
Tipo de uso
Lazer
Terreno testado
  • Urbano
  • Terra
  • Estrada
Quilometragem
6.920 Km
Esta análise foi útil para você? 
Sim (13)Não (0)
Denunciar esta análise
Scooter/Cub
 
Satisfação Geral 
 
10.0
 
Visual 
 
9.0
Conforto 
 
10.0
Performance 
 
9.0
Dirigibilidade 
 
8.0
Consumo 
 
9.0
Custo x Benefício 
 
10.0
Emerson Otsuka Analisado por Emerson Otsuka    04 de Abril de 2013
Analista Top 100  -  

Não recomendo para novatos baixinhos, essa é minha primeira moto, a altura e largura do banco não permitem que eu coloque os pés inteiros no chão, junte-se a isso o peso elevado e o pouco esterço, acarretará numa grande dificuldade para efetuar manobras em baixas velocidades. Já deixei ela cair por "faltar chão". E depois que ela começa a cair, não dá pra segurar.
A bolha é boa e ruim, é boa pois protege o peito da chuva e do vento frio, mas ruim quando está calor em baixa velocidade ou parado no semáforo, fica abafado demais e sem nenhuma brisa; e nas chuvas de verão, pois o bloqueio do vento atrapalha a viseira a desembaçar.

Eu recomendo!
Prós
Bom custo X benefício, motor tem respostas rápidas, o valor ainda está perto do aceitável.
Custo de manutenção não é absurdo (como só tive carro antes, acho o valor das revisões da City uma "baba").
Muito confortável na estrada, desenvolve boa velocidade e acompanha bem o fluxo da rodovia.
Bons freios.
Contras
A suspensão não combina com o asfalto de rallye de São Paulo, todas as imperfeições passam diretamente para as costas do piloto.
Pesada.
Pouco esterço.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Ano de Fabricação
2012
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
1.500 Km
Esta análise foi útil para você? 
Sim (9)Não (2)
Denunciar esta análise
4 resultados - mostrando 1 - 4
Powered by JReviews