Análises escritas por Marcus Vaz

1 resultados - mostrando 1 - 1
 
Esportivas
 
Satisfação Geral 
 
5.0
 
Visual 
 
8.0
Conforto 
 
6.0
Performance 
 
4.0
Dirigibilidade 
 
8.0
Consumo 
 
9.0
Custo x Benefício 
 
3.0
Marcus Vaz Analisado por Marcus Vaz    28 de Janeiro de 2013
  -  

Como proprietário de CB 300 e ex-proprietário de outra, assim como 2 fazers e tb após exaustivos testes na ninjinha 250, eu não recomendo esta moto pois é muito cara pelo pouco q oferece. Noutros países é excelente opção para as pessoas leigas aprenderem a pilotar uma esportiva, pois neles há diferentes categorias de habilitação e os jovens não dispõem da possibilidade de comprar uma esportiva de verdade logo de cara. Aqui não é possível pagar 17 mil numa motinho de "brinquedo" para se dar esse luxo, uma CB 300 de 11.500 reais é muito mais negócio. Manutenção barata, mecânica já consagrada pelo mercado paralelo, torque bem maior e já disponível em baixa, no perímetro urbano a velha "cbosta" dá de relho, e na estrada a ninja 250 humilha custando 14 mil reais, isso mesmo, 14 mil! Desnecessário comparar com a ninja 300, superior em TUDO, a situação piorará no inverno, quando a 250 sair de linha e essa 300 cair para 17 mil reais... detalhe a ninja 300 é montada no brasil, a CBR é importada, ou seja, entre baixar de preço e parar sua importação, adivinhem o que a honda irá fazer? quem comprar, ficará com o mico na mão, enquanto a CB 300 R é cheque no bolso, revenda garantida igual CG 150. Ou seja, enquanto a honda não montar a CBR no brasil, eu não recomendo essa moto, é um mau negócio.

Quanto ao desempenho em estrada, ela passou um pouco mais de segurança que a CB 300 em altas velocidades, chegando facilmente a 140, 150. Não fui mais q isso pois a moto não era minha, acredito q forçando a mão e deitando feito superman na moto alcançaria os 160 com bastante dificuldade, coisa q nem nas ninjas mais velhas acontece, a 150 o motorzinho monocilíndrico já vibra bastante, a 160 constantes a durabilidade dele, sei não hein? Moto pequena não é feita pra rodar no limite, por isso mesmo a ninja HUMILHA nesse aspecto.

Então é isso pessoal, moto pra cidade é a veterana cb 300, moto pra estrada é a ninja. A CBR vai ter q baixar de preço para se tornar uma opção viável. Boazinha ela é sim, mas pagar 17 mil numa motinho q peida igual uma cb 300, definitivamente não é uma boa idéia.

Não recomendo.
Prós
Design;
Dirigibilidade;
Consumo;
Segurança;
Modernidade do projeto.
Contras
Péssimo custo x benefício;
Baixo desempenho;
Manutenção cara;
Suspensão e banco duro;

Condição do Teste

Tempo de Uso
Dei umas voltas
Ano de Fabricação
2011
Tipo de uso
Lazer
Terreno testado
Estrada
Esta análise foi útil para você? 
Sim (24)Não (20)
Denunciar esta análise
1 resultados - mostrando 1 - 1
Powered by JReviews