Análises escritas por elcio junior pinto

1 resultados - mostrando 1 - 1
 
Trail
 
Satisfação Geral 
 
10.0
 
Visual 
 
9.0
Conforto 
 
9.0
Performance 
 
7.0
Dirigibilidade 
 
8.0
Consumo 
 
6.0
Custo x Benefício 
 
7.0
elcio junior pinto Analisado por elcio junior pinto    26 de Abril de 2013
Atualizado pela última vez: 19 de Julho de 2013
Analista Top 1000  -  

A suzuki acertou em cheio quando deu origem á Suzuki DR800S. Uma legítima bigtrail puro sangue com rodas de 21" na dianteira e 17" na traseira, suspensões de longo curso, guidão alto e largo, e banco reto no melhor estilo enduro. Seu motor é um quase indestrutível monocilindrico (isso mesmo, UM cilindro) com 779cc capaz de gerar 54 cavalos á 6.600 rpm e 6kg de torque á 5.500 rpm. Mas em testes realizados com dinamômetro por revistas européias especializadas ela chegou aos 46 cavalos e 5.6kg de torque efetivos na roda. É um verdadeiro trator.

O guidão alto e largo proporciona ao piloto uma posição relaxada de condução, enquanto o banco confortável e com espuma na densidade certa para piloto e garupa garantem uma viagem tranquila. Mas se o intuito for aventura em terreno muito irregular ela enfrenta tranquilamente. Pode-se facilmente ficar de pé sobre as pedaleiras enquanto suas pernas se encaixam, mesmo de pé, nos vincos do tanque. Nesta posição os braços ainda ficarão com folga para manobras mais radicais como travessia de riachos e lamaçais.

0-100 Abaixo de 5 segundos

Eu recomendo!
Prós
Visual muito bonito. Imponente e chamativo apesar da idade.
Apesar do tamanho ela é fácil de manobrar andando.
Em curvas de alta é um trem nos trilhos.
Fácil acesso á bateria, filtro de ar e caixa de ferramentas para manutenção.
O tanque oferece boa autonomia.
Chega a fazer acima de 20 km/litro "em estrada", em pilotagem tranquila.
Fácil trafegar com ela pelos corredores. É mais estreita do que parece.
Contras
As peças de reposição são muito caras pela J. Toledo Suzuki motos do Brasil. Um absurdo.
Se você enrolar o cabo pra valer ela obedece, mas prepare o bolso. 12km/litro.
Parada ela é um monstro pra manobrar.
Se deixar ela tombar, provavelmente não conseguirá levantá-la sozinho.
kit de ferramentas não oferece o suficiente para todo tipo de manutenção.
Não veio com cavalete central de série.
Vibra bastante abaixo de 3000 rpm.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
1998
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Terra
  • Estrada
Quilometragem
50.000 Km
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Manutenção
Alto
Esta análise foi útil para você? 
Sim (21)Não (1)
Denunciar esta análise
1 resultados - mostrando 1 - 1
Powered by JReviews