Análises escritas por Luiz Augusto V A Corrêa

2 resultados - mostrando 1 - 2
 
Scooter/Cub
 
Satisfação Geral 
 
8.0
 
Visual 
 
10.0
Conforto 
 
9.0
Performance 
 
8.0
Dirigibilidade 
 
8.0
Consumo 
 
8.0
Custo x Benefício 
 
9.0
Luiz Augusto V A Corrêa Analisado por Luiz Augusto V A Corrêa    07 de Agosto de 2012
Analista Top 500  -  

Fui um feliz proprietário de uma Neo 2008 tirada 0km. Vendi a moto com 5 mil km e nunca tive qualquer problema mecânico. O valor das manutenções foram baratas e nunca precisei trocar peças.

A Neo me introduziu no mundo de scooter e adorei a praticidade e versatilidade na cidade desse tipo de moto. Só não permaneci na categoria pois não achei nenhuma scooter interessante para fazer um bom upgrade.

Rodei quase que exclusivamente na cidade e sem garupa, nessa situação a moto fez média de 32km/l... sempre rodando na "maciota". Fiz apenas duas pequenas viagens, e nessa situação a falta de potência requer cuidados e paciência. Nessa condição o consumo subiu para 35km/l, sem forçar muito.

Apesar do visual da Neo ainda ser superior a concorrência, o modelo requer atualizações: pneus sem câmera, injeção eletrônica, painel mais moderno e farol com lâmpadas hológenas. Uma autonomia maior também seria bem vinda, pois ela só roda 140km (com margem de segurança).

Gostei e sinto saudades da "Neusa".

Eu recomendo!
Prós
Aro 16, design, freio dianteiro, espaço para o piloto (se comparado com as concorrentes).
Contras
Suspensão dura e com pouco curso, pneus com câmera (se furar o traseiro tem que praticamente desmontar a parte de trás da moto), baixa autonomia, ainda na era do carburador.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2008
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
5.000 Km
Manutenção
Fácil de encontrar
Custo de Manutenção
Baixo
Esta análise foi útil para você? 
Sim (5)Não (0)
Denunciar esta análise
Trail
 
Satisfação Geral 
 
9.0
 
Visual 
 
9.0
Conforto 
 
8.0
Performance 
 
8.0
Dirigibilidade 
 
9.0
Consumo 
 
9.0
Custo x Benefício 
 
8.0
Luiz Augusto V A Corrêa Analisado por Luiz Augusto V A Corrêa    02 de Agosto de 2012
Atualizado pela última vez: 02 de Agosto de 2012
Analista Top 500  -  

Uma boa opção de big trail, com ótima relação Custo X Benefício. Destaco o modelo já vir com ABS e manoplas com aquecimento, ponto para a segurança e conforto. A posição de pilotagem é excelente, principalmente para os "baixinhos" e a garupa possui banco amplo e com bom ponto de apoio. Bagageiro é amplo e dá para alocar uma mochila de porte maior.

Na cidade a moto é versátil e econômica (levando em conta a categoria da moto). A ressalva é quando a ventoinha é acionada o joelho quase fica assado... mas pelo relato de proprietários de outras big trails, não é tão diferente.

Ainda não tive oportunidade de fazer uma viagem longa, mas nas curtas viagens que fiz o modelo se comporta muito bem. Apenas a bolha poderia ser mais alta e o motor vibrar menos (caractarística ruim dos grandes monocilindros).

Não fiz e nem pretendo utilizar a "G" no off road, mas imagino que não seja bem a praia dela. Os 195kg da moto abastecida e por ter a primeira marcha muito longa, não devem ajudar muito num trecho mais travado.

Quanto aos pontos negativos, além da bateria ridícula que a BMW escolheu, a manutenção cara e o preço das peças... o resto é só alegria.

Eu recomendo!
Prós
Dirigibilidade, desing, versatilidade, dimensões reduzidas, equipamentos (ABS e aquecedor de manopla de fábrica), seguro barato.
Contras
Manutenção cara, poucas concessionárias, bateria que requer manutenção, ABS antigo (melhor que não possuir).

Condição do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Ano de Fabricação
2011
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
3.600 Km
Esta análise foi útil para você? 
Sim (20)Não (2)
Denunciar esta análise
2 resultados - mostrando 1 - 2
Powered by JReviews