Análises escritas por silver knigth

3 resultados - mostrando 1 - 3
 
Trail
 
Satisfação Geral 
 
8.0
 
Visual 
 
9.0
Conforto 
 
8.0
Performance 
 
7.0
Dirigibilidade 
 
7.0
Consumo 
 
6.0
Custo x Benefício 
 
6.0
silver knigth Analisado por silver knigth    12 de Março de 2013
Analista Top 500  -  

Não recomendo. moto boa para colecionador, exposição, mas não subiria em uma, para ir viajar mais de 300 kms....

Não recomendo.
Prós
Motor Forte, torcudo. Nem sente o garupa . Suspensões aguentam a buraqueira do dia a dia. Alta, passa sobre o retrovisor dos carros nos congestionamentos. Manutenção básica barata. Foi uma boa moto, mas , o tempo passou para todas as fabricadas.
Contras
Difícil de achar uma em ordem. Se comprar, prepare-se para correr atrás de manutenção constante. O comando de válvulas e tensor dão problemas pela falta de lubrificação. É um problema crônico deste motor. A minha, comprei zero, tenho até foto dela nos meus álbuns, e tive de "fazer" o cabeçote duas vezes, em 82.000 kms. Troque a bomba de óleo sempre que for retificar ou reparar o cabeçote. Peças de acabamento e do motor, como comando e balancins, só originais (HOP) e você tem de encomendar, pagar e esperar chegar para retirar na concessionária. Aqui em SP. , só na Moto Matsuo. E tome facada do fabricante. Não recomendo. A não ser que você tenha muito tempo, dinheiro para gastar, e queira realizar aquele sonho de adolescente, de ter uma ...

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
1989
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Terra
  • Estrada
Quilometragem
86.000 Km
Manutenção
Difícil de encontrar
Custo de Manutenção
Alto
Esta análise foi útil para você? 
Sim (16)Não (2)
Denunciar esta análise
Street
 
Satisfação Geral 
 
7.0
 
Visual 
 
6.0
Conforto 
 
6.0
Performance 
 
5.0
Dirigibilidade 
 
6.0
Consumo 
 
6.0
Custo x Benefício 
 
5.0
silver knigth Analisado por silver knigth    09 de Junho de 2012
Analista Top 500  -  

Tive várias iniciando por uma 1979, daquelas com quatro marchas no câmbio, todas para baixo, e sistema elétrico e farol seis volts.
Sem regulagem de molas traseiras e com a suspensão dianteira e traseira dando batente toda hora.
Freios horríveis.
Mas eram quase indestrutíveis.
A 79 era azul calcinha , a 80 vermelha, a 82 verde e a 85 branca.
Todas elas escolhidas na base de "só temos esta cor, as outras tem de encomendar..." na concessionária.
Coisas de um mercado dominado, quase monomarca...

Eu recomendo!
Prós
Manutenção simples e fácil.
Resistência.
Durabilidade.
Suporta até os modos "On/Off" de pilotagem dos motoboys.
Encara qualquer tipo de caminho , até em estradas de terra andei.
Contras
Motor barulhento, batia tanto válvulas, que parecia que estava apanhando no final ...
Freio a tambor, ruins.
Freiava melhor com garupa do que sem ele, pois você podia usar mais o freio traseiro, sem travar.
Relação curta para estrada.
Na estrada, era desconfortável.
Cara, pela falta de concorrentes na época.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
1985
Tipo de uso
Utilitário (trabalho)
Terreno testado
  • Urbano
  • Terra
  • Estrada
Quilometragem
140.000 Km
Manutenção
Fácil de encontrar
Custo de Manutenção
Normal
Esta análise foi útil para você? 
Sim (8)Não (0)
Denunciar esta análise
Custom
 
Satisfação Geral 
 
9.0
 
Visual 
 
8.0
Conforto 
 
9.0
Performance 
 
6.0
Dirigibilidade 
 
8.0
Consumo 
 
9.0
Custo x Benefício 
 
10.0
silver knigth Analisado por silver knigth    23 de Maio de 2012
Analista Top 500  -  

Modelo do tipo que "... ou você ama, ou não gosta..." Mas, quem tem geralmente adora ! Moto de baixo custo, bem equipada, mas com preço de revenda pequeno. Se pretende fazer "investimento" compre outra marca. Esta, eu pretendo usar até acabar. Comprarei outra moto, de outra marca e cilindrada maior em breve, mas não pretendo me desfazer dela, para rodar na cidade.

Eu recomendo!
Prós
Manutenção simples e barata, aqui em SP. Banco confortável, inclusive para o garupa. Suspensão traseira com opções de regulagem, que quando bem ajustada, dificilmente dá final de curso. Aceita viagens numa boa, desde que você respeite seus limites. Desempenho aceitável em rodovias, e muito bom na cidade. Dentro do universo das 125, a que tem a mais honesta relação custo/benefício.
Contras
Concessionárias fechando. As que ficaram, com mecânicos que deixam a desejar. Ativação mal feita. Minha moto teve de trocar a caixa de direção original, e tinha só um pouco de graxa lá. Isto, com seis mil e poucos KM. Deveriam ter lubrificado melhor na montagem. Representação por um terceiro e não pelo fabricante.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2010
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
16.500 Km
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Manutenção
Baixo
Esta análise foi útil para você? 
Sim (3)Não (3)
Denunciar esta análise
3 resultados - mostrando 1 - 3
Powered by JReviews