Análises escritas por Adelmo

2 resultados - mostrando 1 - 2
 
Trail
 
Satisfação Geral 
 
9.0
 
Visual 
 
10.0
Conforto 
 
10.0
Performance 
 
8.0
Dirigibilidade 
 
10.0
Consumo 
 
N/A
Custo x Benefício 
 
8.0
Adelmo Analisado por Adelmo    03 de Outubro de 2012
Analista Top 500  -  

Ainda não aferi o consumo. Estou ainda no primeiro abastecimento.

Eu recomendo!
Prós
Excelente altura que aumenta o campo de visão, facilitando ver sobre os carros e aumentando a segurança.
Banco confortável e não é tão duro como dizem.
A carenagem impressiona e faz a moto ser bem maior e proporciona proteção contra o vento.
Os freios não são tão ruins como dizem e conseguem parar a moto com eficiência.
Não achei o câmbio tão impreciso como costumam relatar. Tenho cambiado as marchas sem dificuldade.
E uma coisa que não vi ninguém comentar: O manual recomenda usar só gasolina aditivada.
Contras
Falta do bagageiro.
O banco tem um revestimento muito fino e o meu já furou com menos de duas semanas de uso.
O painel vibra e faz barulho e o retrovisor esquerdo sai da posição. Vou pedir para verificar na primeira revisão.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Ano de Fabricação
2012
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
Urbano
Quilometragem
200 Km
Esta análise foi útil para você? 
Sim (7)Não (1)
Denunciar esta análise
Trail
 
Satisfação Geral 
 
6.0
 
Visual 
 
6.0
Conforto 
 
9.0
Performance 
 
5.0
Dirigibilidade 
 
8.0
Consumo 
 
10.0
Custo x Benefício 
 
4.0
Adelmo Analisado por Adelmo    25 de Maio de 2012
Analista Top 500  -  

Vendi a moto com 7.000 Km por questão financeira e não por completa insatisfação. A moto apresentou vazamento de óleo na tampa do cabeçote após a primeira revisão (típico da Honda) e morria quando reduzia as marchas ao parar nos semáforos. A questão dos apagões não foi resolvida, simplesmente a moto deixou de morrer, até que eu a vendi.
Bati na traseira de um carro uma vez por insuficiência de frenagem (se fosse freio à disco, talvez não tivesse batido).
Eu tive muito medo da bomba de injeção queimar, pois vi relatos na internet que a bomba é externa (fora do tanque) e que costumar queimar com muito mais facilidade do que as bombas internas (dentro do tanque de combustível).
Esta motocicleta custa muito caro. Com uma certa quantia a mais, eu poderia ter comprado uma Yamaha Fazer 250.

Não recomendo.
Prós
Econômica (possui injeção eletrônica), visual atual, boa suspensão, resistente à quedas leves (não chega a atingir o tanque), bagageiro de série e protege a carenagem da rabeta de quedas leves, muito confortável.
Contras
Motor de 150cc sofre um pouco para carregar duas pessoas principalmente em subidas e não é indicado para rodovias; comandos ultrapassados, falta de conta-giros, freio a tambor dianteiro que já deveria ter sido abolido e farol fraco.
Motocicleta muito cara! Não vale o preço que é cobrado por ela.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2009
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
Urbano
Quilometragem
7.000 Km
Manutenção
Fácil de encontrar
Custo de Manutenção
Baixo
Esta análise foi útil para você? 
Sim (12)Não (0)
Denunciar esta análise
2 resultados - mostrando 1 - 2
Powered by JReviews