Detalhe da Análise

 
F 800 GS 798cc
 
F 800 GS 798cc 2012-11-16 13:50:34 Joao Eurico de Aguiar Lima
Satisfação Geral 
 
9.0
 
Visual 
 
9.0
Conforto 
 
9.0
Performance 
 
9.0
Dirigibilidade 
 
8.0
Consumo 
 
9.0
Custo x Benefício 
 
6.0
Joao Eurico de Aguiar Lima Analisado por Joao Eurico de Aguiar Lima    16 de Novembro de 2012
Analista Top 50  -   Ver todas as minhas análises

Até o momento é de longe a melhor moto que já pilotei na minha vida. Ela tem o desempenho de uma esportiva civilizada utilizável em vias públicas. Tem o conforto de uma moto de uso misto. Tem bom equipamento e o estilo é marcante chamando a atenção por onde passa. Vem muito bem equipada e precisa de poucos acessórios adicionais. Na categoria agora enfrenta a Tiger 800 XC que é muito boa e é 10% mais barata além de ter 3 cilindros que deve ser uma delícia. Mesmo assim, a F 800 GS se garante melhor em alguns aspectos. Recomendo fortemente. Estou muito satisfeito com a minha negona.

Eu recomendo!
Prós
A melhor característica dessa moto é o motor. Ele tem torque em baixa rotação e empurra a moto com força desde muito cedo. Por ser bicilindrico ele não vibra tanto quanto as motos mono (XT 660 e Ténéré). Ainda assim tem potência de sobra e gira alto, acelarando com suavidade até velocidades que vão além da prudência. Tem sempre respostas rápidas e está a disposição em qualquer combinação de velocidade/giro.

O consumo é baixo, considerando o tamanho e a força do motor. O câmbio é macio e de engates rápidos embora eu ache que a primeira é muito longa. Na cidade essa primeira é uma delícia mas na trilha (ainda não tive chance de usá-la) talvez uma marcha mais reduzida seja útil. Não sei.

A moto é muito bem equipada, tem ABS, computador de bordo, um farol que parece um dia. É confortável e altona de modo que não se intimida com buracos, beiras de calçada e passa por bueiros que nem sente. Leva garupa sem notar. É super estável, faz curvas muito bem, fácil de pilotar. Os pneus para uso na cidade são excelentes. Imagino que na trilha devem ser ruins. O acabamento é superior, como é de se esperar de uma BMW.

A suspensão é regulável e tem tanta opção que um cerumano (ser humano) terá dificuldade de experimentar todas as possibilidades ao longo da sua vida. No fim, Pode-se regular facilmente a suspensão para conforto, estabilidade, versatilidade.

O ronco do escape de aço inoxidável é fantástico, tem personalidade e
Contras
O principal defeito da moto é o preço. É muito cara e agora ficou ainda mais cara porque a Triumph lançou a Tiger 800xc por 4 mil reais a menos. Ou seja, de cara demais, se baixasse para 40 mil ficaria apenas muito cara. Mas moto no Brasil é assim mesmo.

Os comandos do pisca são ridículos. Uma complicação danada e requer uma adaptação. Para ligar a seta para a direita aperta um botão no punho direito. Para ligar para a esquerda, aperta um botão simétrico no punho esquerdo. Para desligar, aperta-se um terceiro botão no punho direito. FUnciona mas o sistema tradicional é bem mais prático e no modelo 2013 vai ser assim. Tomara que dê para trocar.

Por falar em ridículo, a buzina é pior do que de ciclomotor de 50cc importado da China. Faz até vergonha acionar a buzina no trânsito.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Ano de Fabricação
2012
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
400 Km
Esta análise foi útil para você? 
Sim (13)Não (0)
Denunciar esta análise

Comentários

Powered by JReviews