XT 600 E XT 600 E Quente

XT 600 E

Marca

Fabricante
Yamaha

Descrição

Visão Geral
"Lançada no Brasil em fevereiro de 1993, a Yamaha XT600E chegou como moto importada (a minha hehehe), campeã de vendas na Europa, e passou a ser montada na fábrica da Yamaha em Manaus (AM) em 93 (foto de uma XT parecida com a minha). Muitos não gostaram quando ela substituiu a nacional XT600 Ténéré, que desde 1988 era sucesso devido ao visual de "rally africano" (foto de Ténérés azul e amarela 2 farois).
Mas a XT600E ganhou espaço pelo seu menor peso e maior agilidade, além da ligeira vantagem de desempenho em relação à Ténéré: motor de 45cv (contra 42cv) e velocidade final de 166km/h, contra 154km/h.
A XT600E ficou inalterada até a metade de 1996, quando recebeu algumas poucas mudanças, como o tanque para 15 litros (antes eram 13), novos defletores de ar, alteração do quadro com redução da distância entreeixos em 5,0mm (foto da XT atual).
De lá para cá ela vem recebendo pequenas alterações apenas de detalhes, como a adoção de tecido anti-derrapente no banco em 2001."

Paulo Bambirra - Duas Rodas 326 - pg48

Motor/Transmissão/Chassi

Cilindrada
595,00 cc
Tipo do Motor
OHC / 1 cilíndros cilindros / 4 tempos tempos / Arrefecimento Ar
Combustível
Gasolina
Potência máxima
45,00 cv a 6.500 rpm
Torque máximo
5,10 kgf.m a 5.500 rpm
Transmissão
5 marchas
Injeção
Carburada
Partida
Elétrica
Chassi
Aço
Suspensão Dianteira
Convencional
Balança
Convencional

Dimensões

Peso (seco)
0,00 Kg
Peso em Movimento
172,00 Kg (MVOM)
Comprimento
2.295 mm
Largura
825 mm
Altura do Banco
885 mm
Distância entre Eixos
1.440 mm
Pneu Dianteiro
90/90-21 54T
Pneu Traseiro
120/90-17 64T

Análises dos usuários

Avaliação média dos usuários: 9 usuário(s)

Para escrever uma análise por favor registre-se ou login.

Entrar com o Facebook
Satisfação Geral 
 
8.8  (9)
 
Visual 
 
7.9  (9)
Conforto 
 
8.2  (9)
Performance 
 
8.8  (9)
Dirigibilidade 
 
8.9  (9)
Consumo 
 
6.5  (9)
Custo x Benefício 
 
8.9  (9)
 
XT 600 E 2012-09-27 03:57:03 Cristiano
Satisfação Geral 
 
8.0
 
Visual 
 
8.0
Conforto 
 
7.0
Performance 
 
8.0
Dirigibilidade 
 
8.0
Consumo 
 
5.0
Custo x Benefício 
 
9.0
Cristiano Analisado por Cristiano    27 de Setembro de 2012
Analista Top 10  -   Ver todas as minhas análises
Eu recomendo!
Prós
Tive uma 1998 em meados de 2007 2008, gostei muito do torque e da robustez , fora a batida do motor que é inigualável ainda mais com um escapamento esportivo.Na minha opinião ela é muito bonita , estilosa e aguenta qualquer terreno.As peças são de altíssima qualidade ainda mais se tratando de motor. Eu fico imaginando quem comprou uma dessas zero km ,deve ser coisa de outro mundo.
Contras
essa foi uma das minha motos que não dei sorte , muita gente fala que nunca quebra ,que é trator ,mas tudo tem sua validade, no meu caso precisei trocar placa de partida que na época paguei 450 paus na concessionária, e também as borrachas dos pistonetes que são uma FORTUNA , o que na minha opinião é o calcanhar das XTs e Teneres ,fora outras muitas peças que precisei trocar. Outro ponto é seu conforto, nota 6,5 , capacidade de tanquexconsumo tbm é razoável. Vibração do motor e velocidade final é ponto fraco mas isso devido a tecnologia da época (já que esse motor é derivado lá da década de 80). Já os que falam que essa é melhor que a 660 deem uma olhada tbm no meu review sobre.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
1998
Tipo de uso
Lazer
Terreno testado
  • Urbano
  • Terra
  • Estrada
Quilometragem
71.000 Km
Manutenção
Difícil de encontrar
Custo de Manutenção
Alto
Esta análise foi útil para você? 
Sim (5)Não (3)
Denunciar esta análise
XT 600 E 2012-05-30 21:39:25 Líberton Suhre
Satisfação Geral 
 
9.0
 
Visual 
 
6.0
Conforto 
 
8.0
Performance 
 
9.0
Dirigibilidade 
 
9.0
Consumo 
 
7.0
Custo x Benefício 
 
8.0
Líberton Suhre Analisado por Líberton Suhre    30 de Maio de 2012
Analista Top 50  -   Ver todas as minhas análises
Eu recomendo!
Prós
pelo preço vale muito a pena, moto com muito torque e ótima para viajar
Contras
fora de linha, é dificil achar as peças e o valor das originais é abusivo.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
1994
Tipo de uso
Lazer
Terreno testado
  • Urbano
  • Terra
  • Estrada
Quilometragem
75.000 Km
Manutenção
Difícil de encontrar
Custo de Manutenção
Alto
Esta análise foi útil para você? 
Sim (3)Não (2)
Denunciar esta análise
XT 600 E 2012-05-31 18:23:23 Edii
Satisfação Geral 
 
7.0
 
Visual 
 
6.0
Conforto 
 
8.0
Performance 
 
8.0
Dirigibilidade 
 
9.0
Consumo 
 
7.0
Custo x Benefício 
 
8.0
Edii Analisado por Edii    31 de Maio de 2012
Analista Top 500  -   Ver todas as minhas análises

Parece-me a opção certa para quem quer um moto trail com + de 250-300 cilindradas, entretanto, não dispõe de muitos recursos. Trata-se de um modelo antigo, com alguns limites face as tecnologias hoje disponíveis. Mas, em bom estado de conservação, ainda topa qualquer parada: dia-a-dia, viagens de fim-de-semana e até mesmo grandes expedições.

Eu recomendo!
Prós
É uma 600 com preço de 250 nova, possui excelente torque, boa velocidade de cruzeiro, conforto e consumo razoáveis (17-22 km/l). Apesar de estar fora de linha, ainda dá um bom caldo. Trata-se de um modelo com mecânica confiável e de baixa manutenção, cujos itens de reposição e reforma ainda estão disponíveis com relativa facilidade, o que é fundamental para quem quer uma moto prá usar tanto diariamente quanto em viagens como eu. Encara com facilidade os nossos asfaltos ruins e o uso off-road. Além disso, apesar de sua simplicidade estética, a XT ainda é considerada uma moto bonita.
Contras
Defasagem tecnológica do sistema de alimentação por carburador, funcionamento ruidoso do monocilíndrico, tanque pequeno (que não oferece nem autonomia nem proteção aerodinâmica razoáveis para o uso rodoviário), suspensão traseira excessivamente mole com a moto carregada-garupada (o que talvez seja resolvido com ajuste da regulagem ou instalação de um calço), preço elevado de itens de reposição como retrovisores, cetas, carenagens, escapamento... Sem bolha/parabrisa, torna-se muito cansativa para viagens médias-longas.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Ano de Fabricação
2004
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Terra
  • Estrada
Quilometragem
38.000 Km
Esta análise foi útil para você? 
Sim (3)Não (0)
Denunciar esta análise
XT 600 E 2012-09-01 18:00:42 Daniel do Nascimento Lisboa
Satisfação Geral 
 
10.0
 
Visual 
 
10.0
Conforto 
 
9.0
Performance 
 
10.0
Dirigibilidade 
 
9.0
Consumo 
 
9.0
Custo x Benefício 
 
9.0
Daniel do Nascimento Lisboa Analisado por Daniel do Nascimento Lisboa    01 de Setembro de 2012
Analista Top 1000  -   Ver todas as minhas análises

Se pudesse, nunca a venderia, compraria um XT660R e continuaria com ela....

Eu recomendo!
Prós
Motor incrível, torque de sobra!!
Buraco, piso ruim, asfalto esburacado ou mesmo falta dele, nem de longe são problemas para ela.
Além de ser econômica para sua cilindrada e porte, já que uso a minha no dia-a-dia em Brasília, e já marquei 21km/l andando na manha (80km/h).
Contras
Acompanhando as opiniões do resto do pessoal: "peças originais caríssimas"

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2000
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Terra
  • Estrada
Quilometragem
78.000 Km
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Manutenção
Normal
Esta análise foi útil para você? 
Sim (2)Não (0)
Denunciar esta análise
XT 600 E 2012-11-01 12:35:21 Daniel Costa
Satisfação Geral 
 
9.0
 
Visual 
 
8.0
Conforto 
 
9.0
Performance 
 
8.0
Dirigibilidade 
 
9.0
Consumo 
 
7.0
Custo x Benefício 
 
9.0
Daniel Costa Analisado por Daniel Costa    01 de Novembro de 2012
Analista Top 1000  -   Ver todas as minhas análises

A motoca é boa, só tem que cuidar dela direitinho. :)

Eu recomendo!
Prós
Mecânica resistente, boa dirigibilidade, mesmo no trânisto ou na estrada, ou na terra, ela vai bem em qualquer lugar. O Consumo não é o licor dos deuses mas é muito bom, a minha se mantér na média de 18 a 21 kilômetros por litro dependendo da gasolina e do rítimo, afinal é uma moto de um projeto 80 e pouco que sofreu poucas mudanças mecânicas e usa carburador de corpo duplo.

A moto acelera muito bem, freia muito bem, é muito segura em cruvas e em velocidades de cruzeiro nas rodovias.
Acho o desempenho geral condizente com a proposta da moto.

Quanto à beleza, o mais novos não vão achá-la lá muito apetitosa, o design já está ultrapassado, há um modelo mais novo, mas ela tem o charme dela, ainda é bonita, e para os que viveram o tempo de ouro dessa moto, quando ela era extremamente cobiçada ainda guarda uma nostalgia da imponência indiscutível que ela tinha :)
Contras
Preço da manutenção, as peças estão começando a ficar chatas de se encontrar. Kit Plástico extremamente caro, e ainda carecemos de boas opções no mercado paralelo.
Descuidos e economias de proprietários, a XT não é uma moto para se fazer um remendo, ou arrumar pela metade, ela te leva até onde for, mas ela tem que estar legal pra isso, ou seja, se for trocar uma peça, já veja o que mais tem que ser feito, e já arruma para evitar um desgaste prematuro.

Antigos donos encômicos, que gostam de colocar coisas paralelas e recondicionadas na moto, ai você compra e gasta uma nota para arrumar... procure boa procedência.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
1997
Tipo de uso
Lazer
Terreno testado
  • Urbano
  • Terra
  • Estrada
  • Pista
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Manutenção
Normal
Esta análise foi útil para você? 
Sim (2)Não (0)
Denunciar esta análise
XT 600 E 2012-05-25 17:36:48 Edvaldo Artmann de Oliveira
Satisfação Geral 
 
8.0
 
Visual 
 
7.0
Conforto 
 
7.0
Performance 
 
9.0
Dirigibilidade 
 
8.0
Consumo 
 
6.0
Custo x Benefício 
 
7.0
Edvaldo Artmann de Oliveira Analisado por Edvaldo Artmann de Oliveira    25 de Maio de 2012
Analista Top 100  -   Ver todas as minhas análises

Andei na XT de um amigo e a moto demonstrou muita força e agilidade, características típicas deste tipo de moto.
Eu gostaria muito de andar em uma XT 660 R, para poder comparar, pois muitos dizem que a 600 é melhor que a 660R, outros dizem que a 660R vibra muito menos, resumindo, somente andando nas duas para poder avaliar...

Eu recomendo!
Prós
- Muita força bruta
- Pouco visada
- Mecânica mais do que comprovada
Contras
- Defasada tecnologicamente, mas para quem quer uma moto trail de média cilindrada é uma excelente escolha.
- Vibração característica de motores mono de grande cilindrada.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Dei umas voltas
Ano de Fabricação
2002
Tipo de uso
Lazer
Terreno testado
Urbano
Esta análise foi útil para você? 
Sim (2)Não (0)
Denunciar esta análise
XT 600 E 2012-08-14 23:06:52 Antonio Anderson
Satisfação Geral 
 
10.0
 
Visual 
 
10.0
Conforto 
 
10.0
Performance 
 
10.0
Dirigibilidade 
 
10.0
Consumo 
 
1.0
Custo x Benefício 
 
10.0
Antonio Anderson Analisado por Antonio Anderson    14 de Agosto de 2012
Analista Top 1000  -   Ver todas as minhas análises

Experiencia muito boa !

Eu recomendo!
Prós
Monstro, tem uma força incrível!
Contras
Encontrar peças, quando encontra preço alto

Condição do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Ano de Fabricação
1997
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
46.000 Km
Esta análise foi útil para você? 
Sim (1)Não (1)
Denunciar esta análise
XT 600 E 2012-05-30 22:17:57 kado
Satisfação Geral 
 
9.0
 
Visual 
 
8.0
Conforto 
 
7.0
Performance 
 
9.0
Dirigibilidade 
 
9.0
Consumo 
 
7.0
Custo x Benefício 
 
10.0
kado Analisado por kado    30 de Maio de 2012
Analista Top 500  -   Ver todas as minhas análises

O custo de manutenção é baixo porque as peças são muito duráveis, e faço as periódicas corretamente...

Eu recomendo!
Prós
Torque, baixa manutenção, sem restrição de terreno...
Contras
Em viagens acima de 550 kms direto, a vibração excessiva cobra o preço nos pulsos e mãos...os preços de peças originais, se precisar por acidente, são inviáveis... genéricas são fáceis de encontrar, pelo menos as que precisei...

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2004
Tipo de uso
Lazer
Terreno testado
  • Urbano
  • Terra
  • Estrada
  • Pista
Quilometragem
45.000 Km
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Manutenção
Baixo
Esta análise foi útil para você? 
Sim (1)Não (1)
Denunciar esta análise
XT 600 E 2012-07-19 20:22:44 Ronaldo Mohr
Satisfação Geral 
 
9.0
 
Visual 
 
8.0
Conforto 
 
9.0
Performance 
 
8.0
Dirigibilidade 
 
9.0
Consumo 
 
9.0
Custo x Benefício 
 
10.0
Ronaldo Mohr Analisado por Ronaldo Mohr    19 de Julho de 2012
Analista Top 1000  -   Ver todas as minhas análises
Eu recomendo!
Prós
Moto de bom torque, econômica, confortável de boa dirigibilidade. Moto bem rustica, dificilmente apresenta problemas.
Contras
Peças com preços salgados.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2000
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Terra
  • Estrada
Quilometragem
70.000 Km
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Manutenção
Alto
Esta análise foi útil para você? 
Sim (1)Não (0)
Denunciar esta análise
 
Powered by JReviews

Postado: 15 Ago 2012 18:29 por Soueu #610186
Soueu's Avatar
Edii escreveu:









Hehe :cheer: parece bêbado :blink: ... vai escorando na parede :lol:

Seu relato, diz tudo : A moto é boa de mais :)
Postado: 02 Ago 2012 11:41 por Edii #607873
Edii's Avatar


O jeito foi sair escorando o camelão por aí até encontrar um bom soldador, em Ouro Preto/MG.
Abraço!
Postado: 02 Ago 2012 11:32 por Edii #607869
Edii's Avatar
Postado: 02 Ago 2012 11:31 por Edii #607868
Edii's Avatar
Postado: 31 Jul 2012 11:16 por Edii #607530
Edii's Avatar
Saudações, pessoal!
Tenho rodado bastante na minha XT e estou cada vez mais satisfeito com a moto. Na última semana, minha esposa e eu fizemos uma viagem por Diamantina, Ouro Preto e Mariana/MG, que durou 7 dias. Logo, a moto rodou bastante (mais de 1000 km) e significativamente carregada, com baú e alforjes cheios. Seu desempenho foi satisfatório: velocidade de cruzeiro de 100-110 km/h e esticadas a 120 km/h para ultrapassagens com boa estabilidade, consumo na faixa dos 17-19 km/l, segurança em curvas, conforto razoável (c/ bolha grande). Mas, o cavalete lateral se partiu em uma das nossas paradas na estrada, felizmente, sem maiores consequências, a não ser o susto, o aborrecimento, alguma gasolina derramada, riscos na carenagem frontal, afrouxamento do guidão. Porém, como o incidente poderia ter causado algum transtorno mais sério se, por exemplo, a moto tivesse desabado em cima de um de nós ou tivesse sofrido algum dano maior que inviabilizasse a viagem, cabe aqui um alerta aos proprietários do modelo acerca deste risco. Da minha parte, vou providenciar um reforço para a peça.
Abração!