BURGMAN 400 BURGMAN 400 Quente

BURGMAN 400

Marca

Fabricante
Suzuki

Descrição

Visão Geral
O Burgman 400 apresenta um motor de 400 cm³, quatro tempos, monocilindro, DOHC, com injeção eletrônica de combustível.
Para um passeio relaxante, esse scooter conta com duplo assento com encosto do piloto ajustável em cinco posições de 10 mm. O Burgman 400 tem suspensão dianteira telescópica com tubos internos de 41 mm com um generoso curso de 110 mm e traseira com mono amortecedor tipo link com ajustes de pré-carga da mola; cujos principais benefícios são os níveis de dirigibilidade e excepcional maneabilidade.
O Burgman 400 comporta abundante espaço para bagagem, seu compartimento com capacidade para 62 litros.

Motor/Transmissão/Chassi

Cilindrada
400,00 cc
Tipo do Motor
DOHC / 1 cilíndros cilindros / 4 tempos tempos / Arrefecimento Líquido
Combustível
Gasolina
Potência máxima
34,46 cv a 7.300 rpm
Torque máximo
3,70 kgf.m a 5.800 rpm
Transmissão
CVT
Injeção
Eletrônica
Partida
Elétrica
Chassi
Aço
Suspensão Dianteira
Convencional
Balança
Convencional

Dimensões

Peso (seco)
0,00 Kg
Peso em Movimento
216,00 Kg (MVOM)
Comprimento
2.270 mm
Largura
760 mm
Altura
1.385 mm
Altura do Banco
710 mm
Distância entre Eixos
1.585 mm
Pneu Dianteiro
120/80 R14 M/C (58S)
Pneu Traseiro
150/70 R13 M/C (64S)

Galeria de Imagens

BURGMAN 400

Análises dos usuários

Avaliação média dos usuários: 9 usuário(s)

Para escrever uma análise por favor registre-se ou login.

Entrar com o Facebook
Satisfação Geral 
 
8.9  (9)
 
Visual 
 
9.0  (9)
Conforto 
 
9.5  (9)
Performance 
 
8.6  (9)
Dirigibilidade 
 
8.8  (9)
Consumo 
 
8.0  (9)
Custo x Benefício 
 
6.2  (9)
 
BURGMAN 400 2012-04-19 06:20:17 Renato Ferreira
Satisfação Geral 
 
9.0
 
Visual 
 
10.0
Conforto 
 
10.0
Performance 
 
10.0
Dirigibilidade 
 
9.0
Consumo 
 
10.0
Custo x Benefício 
 
4.0
Renato Ferreira Analisado por Renato Ferreira    19 de Abril de 2012
Analista Top 100  -   Ver todas as minhas análises

Não se intimidem pelo que escrevi nos contras, a satisfação de ser proprietario e o prazer de pilotar uma Burgman 400 supera os deficits deixado pela Suzuki no Brasil, pois não é a toa que um dos maxi-scooter de maior sucesso no mundo.

Eu recomendo!
Prós
Moto exclusiva e chama atenção das pessoas nas ruas por onde passa, a posição de dirigir é bastante confortável podendo variar a posição das pernas e ajustar o apoio da lombar que diminui bastante a dor nas costas ao se pilotar por longos periodos, facilidade em pilotar proporcionado principalmente pelo cambio automático, boa proteção contra chuva e poeira devido a suas carenagens e a bolha frontal, silenciosa, perfeita para pegar estrada e longas viagens, painel de instrumento bem completo, espaço em baixo do banco enorme que cabe 2 capacetes fechados mais alguns cacarecos, capacidade de 62 litros, 3 porta trecos, um deles com chave, na parte fronta da moto, ideal para quem viaja com namorada/esposa que gosta de levar muita coisa, tomada 12v. Seu comportamento nas estrada é fantástico, seu propulsor juntamente com a boa regulagem do CVT proporciona segurança, um ótimo desempenho e boas retomadas para quem curte estradas pois este é o verdadeiro territorio da Burgman 400, proporciona uma velocidade de cruzeiro de 140km/h sem maior esforço do motor/cambio e com segurança, mesmo com garupa, podendo atingir picos de até 170km/h (velocidade no painel).

Consumo tambem não é dos piores, podendo se fazer entre 21 e 22km/l na cidade e chegar até 27km/l na estrada dependendo da forma que se pilota. Seu tanque tem capacidade de 13,5l e tem uma autonomia de mais de 300km na estrada.
Contras
Carencia enorme de mão de obra mecanica qualificada para mexer nesta moto, principalmente por parte da Suzuki. Preços de peças exorbitantes e demasiado abusiva ao consumidor, falta peças em estoque e o tempo de espera normalmente é muito demorado. O escapamento dela nao foi adaptado a gasolina brasileira que nao é pura como nos outros paises em que a scooter é comecializada fazendo a vida util do miolo diminuir.

Os contras todos podem ser resolvidos, basta a Suzuki J. Toledo se mexer e dedicar a atenção no pós venda que a Burgman 400 merece e oferecer preço justo, pois ja estamos cansados de cotar peças fora do Brasil, mesmo com o lucro das concecionarias, pagamentos dos impostos para entrada no Brasil de forma legal e taxa de envio, muitas vezes o preço ainda sai a metade do cobrado pela Suzuki J. Toledo.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2010
Tipo de uso
Lazer
Terreno testado
  • Urbano
  • Pista
Quilometragem
15.000 Km
Manutenção
Difícil de encontrar
Custo de Manutenção
Normal
Esta análise foi útil para você? 
Sim (32)Não (0)
Denunciar esta análise
BURGMAN 400 2012-05-18 00:29:39 Marco Aurélio Vasconcellos
Satisfação Geral 
 
9.0
 
Visual 
 
8.0
Conforto 
 
10.0
Performance 
 
9.0
Dirigibilidade 
 
9.0
Consumo 
 
7.0
Custo x Benefício 
 
9.0
Marco Aurélio Vasconcellos Analisado por Marco Aurélio Vasconcellos    18 de Maio de 2012
Analista Top 500  -   Ver todas as minhas análises

Só troca a minha por outra nova ou por uma B650, ou quem sabe quando alguma outra montadora trouxer/fabricar uma concorrente a altura.

Que venham as BMW !!!!

Eu recomendo!
Prós
Para quem procura conforto, essa é uma das melhores escolhas no mercado nacional. Repleta de espaço embaixo do banco e nos 3 porta-trecos. Bolha super eficiente, para pessoas com 1,75m de altura protege do vento frontal com tranquilidade. Apesar do melhor ambiente para a B400 ser a estrada, uso a minha 99% na cidade, e não tenho saudades de motos/scooters menores. Quem experimenta fica mal acostumado !!!! Na estrada pede velocidade de cruzeiro em torno de 120km/h ou mais. O garupa não tem do que reclamar na B400, por conta do apoio, esse acessório de série nos modelos até 2009. Mesmo sendo 2008, a minha, ainda chama atenção por onde passa pelo porte que tem (2,20m de comprimento), e mesmo grande não é tão larga quanto parece e passa em certos lugares junto com motos pequenas. Sobre manutenção tenho sorte de dispor na minha cidade (Santos/SP) de uma oficina especializada e credenciada pela J.Toledo, chamada CriCri. Mecânica confiável. Essa maxi-scooter é uma delícia de guiar, seja nas vias urbanas ou auto-estradas.
Contras
Consumo digno de moto grande, com tocada forte e no trânsito urbano, faz 16 km/l. Na estrada com velocidade alta (mais de 120km/h) faz na casa dos 21/22 km/l.

Ainda não tive problemas graves de manutenção.

Por conta da baixa altura em relação ao solo é o tipo de moto que odeia enchentes e ruas mal pavimentadas.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Ano de Fabricação
2008
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
13.000 Km
Esta análise foi útil para você? 
Sim (21)Não (0)
Denunciar esta análise
BURGMAN 400 2012-09-18 06:58:00 Sérgio Souza
Satisfação Geral 
 
10.0
 
Visual 
 
10.0
Conforto 
 
10.0
Performance 
 
10.0
Dirigibilidade 
 
10.0
Consumo 
 
10.0
Custo x Benefício 
 
8.0
Sérgio Souza Analisado por Sérgio Souza    18 de Setembro de 2012
Atualizado pela última vez: 06 de Julho de 2013
Analista Top 10  -   Ver todas as minhas análises

Superou minhas expectativas.

Tive problemas com a JT Suzuki para resolver defeito de fabricação no CVT. Após a solução só alegria e felicidade.

Agrada toda a família quando me acompanha para passear.

Permite ir ao trabalho com estilo e segurança.

Recentemente fiz uma viagem de 4.000 km, BHZ-MG x URUBICI-SC, ela se apresentou muito estável a uma velocidade de 140km/h. Não se cansa de permanecer pilotando por horas.

Eu recomendo!
Prós
Beleza, conforto.
É ágil na cidade e na estrada.
Chama atenção em qualquer lugar onde se passa.
Porta malas com capacidade para dois capacetes fechados, cabe uma mala com o necessário para uma viagem de poucos dias.
Contras
Custo de peças de reposição é elevado.
Quando se vai para a estrada, não se quer voltar para a cidade.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2010
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
19.000 Km
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Manutenção
Alto
Esta análise foi útil para você? 
Sim (16)Não (1)
Denunciar esta análise
BURGMAN 400 2012-05-17 20:03:21 Alexandre
Satisfação Geral 
 
9.0
 
Visual 
 
9.0
Conforto 
 
9.0
Performance 
 
8.0
Dirigibilidade 
 
8.0
Consumo 
 
7.0
Custo x Benefício 
 
5.0
Alexandre Analisado por Alexandre    17 de Maio de 2012
Analista Top 1000  -   Ver todas as minhas análises
Eu recomendo!
Prós
Excelente scooter muito pratica e confortável tem muita presença.
Contras
Custo de manutenção.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Ano de Fabricação
2011
Tipo de uso
Lazer
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
3.000 Km
Esta análise foi útil para você? 
Sim (15)Não (1)
Denunciar esta análise
BURGMAN 400 2013-02-21 00:16:26 Sergio Copeliovitch
Satisfação Geral 
 
7.0
 
Visual 
 
9.0
Conforto 
 
10.0
Performance 
 
8.0
Dirigibilidade 
 
7.0
Consumo 
 
7.0
Custo x Benefício 
 
4.0
Sergio Copeliovitch Analisado por Sergio Copeliovitch    21 de Fevereiro de 2013
Analista Top 1000  -   Ver todas as minhas análises
Eu recomendo!
Prós
Conforto, beleza, espaço debaixo do banco, motor.
Contras
Preço muito alto de peças e acessórios. Péssimo atendimento da Suzuki.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2011
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
Estrada
Quilometragem
5.600 Km
Manutenção
Difícil de encontrar
Custo de Manutenção
Alto
Esta análise foi útil para você? 
Sim (14)Não (2)
Denunciar esta análise
BURGMAN 400 2012-04-19 13:21:40 Edson
Satisfação Geral 
 
8.0
 
Visual 
 
8.0
Conforto 
 
8.0
Performance 
 
8.0
Dirigibilidade 
 
8.0
Consumo 
 
7.0
Custo x Benefício 
 
4.0
Edson Analisado por Edson    19 de Abril de 2012
Analista Top 10  -   Ver todas as minhas análises

Seria bom a popularização dos scooters, pois eles são substitutos mais inteligentes do carro.

Eu recomendo!
Prós
Versatilidade de um scooter
Contras
Custo da manutenção

Condição do Teste

Tempo de Uso
Dei umas voltas
Ano de Fabricação
2008
Tipo de uso
Lazer
Terreno testado
Urbano
Esta análise foi útil para você? 
Sim (13)Não (5)
Denunciar esta análise
BURGMAN 400 2013-11-14 13:02:17 Heverton Costa
Satisfação Geral 
 
9.0
 
Visual 
 
8.0
Conforto 
 
9.0
Performance 
 
8.0
Dirigibilidade 
 
10.0
Consumo 
 
8.0
Custo x Benefício 
 
7.0
Heverton Costa Analisado por Heverton Costa    14 de Novembro de 2013
Analista Top 500  -   Ver todas as minhas análises

Para quem quer comprar e tem receio basta ver os comentários dos proprietários felizes e mesmo com algumas dificuldades tudo se supera em ter a Burgman sempre disponível para rodar.

Eu recomendo!
Prós
Simplesmente um sofá sobre rodas, várias posições para pilotagem, pode simplesmente se espreguiçar enquanto se passeia. Posição do garupa privilegiada que vê tudo de cima sem precisar ficar com o pescoço pendendo para um dos lados(Minha mulher adora!). Tocada muito agradável sendo suave ou agressiva com o simples giro no acelerador (que ainda pode ser alterado graças ao CVT e seus diversos pessos de roletes para escolher). Consumo muito bom por ser automático na casa dos 20km/l.

Utilizo a moto todos os dias, ela é meu meio de transporte e lazer, rodo com ela todos os dias por corredores e digo que aonde passa uma CG eu passo com a Burgman 400, iluminação fantástica que melhora a visibilidade da moto no meio do transito com farol duplo e lanterna traseira dupla.

Para quem detesta andar com mochilas e coisas penduradas é perfeita pois com seu bagageiro utilizo para guardar dois capacetes mais ferramentas e jaqueta, fora o porta luvas e dois porta objetos podendo armazenar coisas simples como carteira e celular e com acesso fácil e prático.

Estilosa e bem vista no transito, me agrada o fato de ser scooter devido a ser pouca visada para roubos(Durmo todas as noites mais tranquilo).

Só saio da minha para uma 0km ou uma 650 executive
Contras
Peças caras para o mercado brasileiro, que podem ser importadas de forma simples, os valores ficam pela metade do preço mesmo somados aos impostos, a espera é sempre em torno de sete dias... assim sempre prezo pela manutenção antecipada e evito ficar com a moto na mão.

Mão de obra deficiente, difícil encontrar mecânicos especializados em scooter e max scooter... Continuo na procura por um mecânico em que eu confie.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2005
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
33.000 Km
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Manutenção
Alto
Esta análise foi útil para você? 
Sim (8)Não (0)
Denunciar esta análise
BURGMAN 400 2013-11-12 20:19:24 Marcelo Santos
Satisfação Geral 
 
9.0
 
Visual 
 
9.0
Conforto 
 
9.0
Performance 
 
8.0
Dirigibilidade 
 
9.0
Consumo 
 
9.0
Custo x Benefício 
 
7.0
Marcelo Santos Analisado por Marcelo Santos    12 de Novembro de 2013
Analista Top 500  -   Ver todas as minhas análises
Eu recomendo!
Prós
Baú debaixo do banco com ótimo espaço, vários porta objetos espalhados em locais de facil acesso, muito conforto para quem pilota sozinho ou mesmo com garupa, o garupa em especial adora a posição mais alta que o piloto.
Anda bem com velocidade de 120km/h é só apreciar a viagem, se tratando de viagem pode ficar
a vontade pois realmente é muito segura para isto e oferece segurança a mais no momento das ultrapassagens.
Na cidade chega a causar espanto pelo tamanho, o respeito dos outros motociclistas e motorista é visivel.
A minha 2010 preta eu acho muito bonita.
Não é gastona.


Contras
O piloto precisa se acostumar com a baixa altura pois raspa com facilidade em lombadas principalmente com garupa, não gosta de terra, isto fica visivel logo no primeiro trecho acidentado, isto se deve tanto pela ergonomia do projeto quanto pela altura proporcionada pela suspensão.
Vários barulhos aparecem com o tempo devido ao excesso de plastico aplicado no projeto, porem isto poderia ser melhorado apenas com alguma correção no acoplamento das peças (paineis) com algumas peças coadjuvantes de borracha, isto eliminaria muito o barulho de coisa solta, principalmente na parte traseira da motocicleta.
Incognita quanto ao preço das revisões (incertezas) quanto a veracidade das informações que nos são passadas pelo pessoal da suzuki,

Condição do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Ano de Fabricação
2009
Tipo de uso
Lazer
Terreno testado
  • Urbano
  • Terra
  • Estrada
Quilometragem
31.000 Km
Esta análise foi útil para você? 
Sim (7)Não (0)
Denunciar esta análise
BURGMAN 400 2014-06-21 13:23:52 Alvaro Guatura
Satisfação Geral 
 
10.0
 
Visual 
 
10.0
Conforto 
 
10.0
Performance 
 
8.0
Dirigibilidade 
 
9.0
Consumo 
 
7.0
Custo x Benefício 
 
8.0
Alvaro Guatura Analisado por Alvaro Guatura    21 de Junho de 2014
Atualizado pela última vez: 21 de Junho de 2014
Analista Top 50  -   Ver todas as minhas análises

Compre, é uma motona, vale cada centavo.
Principais aspectos para avaliar ao comprar uma usada: estado da transmissao (correia, roletes, embreagem), se ja caiu (evite, ate porque nao da para avaliar os estragos, e geralmente fazem gambiarras para cobrir os danos ja que a carenagem é carissima).

Eu recomendo!
Prós
O acabamento da moto é excelente. Muito confortavel, é o que fica nitido só de olhar.. alias, onde voce para sempre alguem pergunta, seja estacionando na rua, seja em postos de gasolina... mesmo nao sendo mais novidade, sao poucas, prepare-se para ser notado.
A velocidade final é excelente, passa dos 170 com facilidade, nao precisa ser em descidas. Estrada é o ambiente dela.
O consumo é satisfatorio, faz em media 23, 25km/l... Se andar devagar (a uns 100 por hora na estrada) ela faz uns 28... se acelerar (uns 150, 160) ela faz uns 20km/l.
Tem varios porta objetos, e o espaco sob o banco é enorme (bem maior que Maxsym 400, BMW C600, Yamaha Tmax530, B650.. etc).
Os pneus não são caros, da Michelin (marca que já é cara) custa em média R$240,00 o traseiro.. da PCX custa R$190,00.
Contras
Jõao Toledo. É o unico ponto negativo. Vende a moto atualmente a 33 mil reais (alguem é louco de pagar isso, sabendo que além do lucro normal está dando uns 10 mil pro bolso dele?)
Ai entra a manutencao, peças caras SE COMPRADAS NAS CONCESSIONARIAS SUZUKI. Importo tudo do Aliexpress e Ebay... E nao tenho preocupacao.

Do projeto mesmo, o unico ponto mais fraco é o CVT, poderia ser melhor.. as arrancadas sao fracas.. nao espere arrancar na frente de todas motos no farol, até os 50 por hor voce sente o cambio patinando e a moto anda pouco, depois disso vai embora. O mesmo acontece em subidas muito íngremes, o motor gira, gira, e o cambio nao faz a roda girar na mesma proporcao, o que acaba até vitrificando as sapatas da embreagem.
Ah, e pega sempre embaixo, é super baixa, pra quem veio de uma trail vai precisar de paciencia para de adaptar... quem ja teve scooter ou custom sabe contornar esse detalhe

Condição do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Ano de Fabricação
2011
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Terra
  • Estrada
  • Pista
Quilometragem
15.000 Km
Esta análise foi útil para você? 
Sim (5)Não (0)
Denunciar esta análise
 
Powered by JReviews