GV 250 MIRAGE GV 250 MIRAGE Quente

GV 250 MIRAGE

Marca

Fabricante
Kasinski

Descrição

Visão Geral
O melhor custo-benefício da categoria

Motor/Transmissão/Chassi

Cilindrada
249,00 cc
Tipo do Motor
DOHC / 2 cilíndros cilindros / 4 tempos tempos / Arrefecimento Ar
Combustível
Gasolina
Potência máxima
26,80 cv a 9.000 rpm
Torque máximo
2,20 kgf.m a 7.000 rpm
Transmissão
5 marchas
Injeção
Eletrônica
Partida
Elétrica
Chassi
Aço
Suspensão Dianteira
Convencional
Balança
Convencional

Dimensões

Peso (seco)
169,00 Kg
Peso em Movimento
0,00 Kg (MVOM)
Comprimento
2.280 mm
Largura
885 mm
Altura
1.095 mm
Distância entre Eixos
1.520 mm
Pneu Dianteiro
110/90 - 16 59S
Pneu Traseiro
140/90 - 15M/C 70S

Vídeo

Vídeo
{youtube}TsUP72HdnAE{/youtube}

Galeria de Imagens

GV 250 MIRAGE
GV 250 MIRAGE

Análises dos usuários

Avaliação média dos usuários: 20 usuário(s)

Para escrever uma análise por favor registre-se ou login.

Satisfação Geral 
 
8.6  (20)
 
Visual 
 
9.5  (20)
Conforto 
 
7.8  (20)
Performance 
 
8.6  (20)
Dirigibilidade 
 
8.6  (20)
Consumo 
 
8.2  (20)
Custo x Benefício 
 
8.7  (20)
 
GV 250 MIRAGE 2012-05-18 01:06:17 José Geraldo
Satisfação Geral 
 
10.0
 
Visual 
 
10.0
Conforto 
 
8.0
Performance 
 
10.0
Dirigibilidade 
 
7.0
Consumo 
 
9.0
Custo x Benefício 
 
10.0
José Geraldo Analisado por José Geraldo    18 de Maio de 2012
Analista Top 1000  -   Ver todas as minhas análises
Eu recomendo!
Prós
Estilo, consumo, seguro barato, motor com ótimo desempenho.
Contras
Não recomendo para uso em centros urbanos com constantes engarrafamentos, não dá para ficar passando em corredor. Não é motocicleta para ficar raspando pedaleira nas curvas, tem risco de sair de traseira. A rede de concessionárias (RJ) não está tendo condições de atender a demanda, as revisões precisam ser agendadas com muita antecedencia. Rede precisa crescer.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2010
Tipo de uso
Lazer
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
3.800 Km
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Manutenção
Normal
Esta análise foi útil para você? 
Sim (36)Não (4)
Denunciar esta análise
GV 250 MIRAGE 2012-05-30 21:05:32 Rafael Tokarski Ribas
Satisfação Geral 
 
10.0
 
Visual 
 
10.0
Conforto 
 
5.0
Performance 
 
9.0
Dirigibilidade 
 
9.0
Consumo 
 
7.0
Custo x Benefício 
 
7.0
Rafael Tokarski Ribas Analisado por Rafael Tokarski Ribas    30 de Maio de 2012
Analista Top 1000  -   Ver todas as minhas análises

Dentro das limitações de suas 250cc, a moto atende bem às expectativas, tendo como ponto de destaque o motor, que apresenta bastante disposição para acelerar (mesmo não sendo a característica mais importante numa custom).
Costumo viajar junto com motos maiores, e ela acompanha bem, sem reclamar.
Como QUALQUER moto, necessita de atenção e cuidado por parte do proprietário.

Eu recomendo!
Prós
Moto robusta, possui um motor com boa desenvoltura (lembrando que é uma 250cc), é bastante estável em velocidades de 130 km/h, pouca vibração. Apesar de ser uma moto grande, roda tranquilamente no trânsito urbano, consegue passar pelos corredores, se for necessário, tem um esterçamento de guidão dentro da normalidade.
Contras
Tive problemas com o retificador, que queimou com apenas 4 meses de uso da moto, mas foi trocado pela concessionária no mesmo dia, desde então, nunca mais apresentou problema.
O grande contra mesmo é com relação ao banco, que é confortável para passeios na cidade, porém, nas viagens, judia bastante da coluna, sendo praticamente impossível rodar 100-150km com a moto sem precisar parar para descansar.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2011
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Terra
  • Estrada
Quilometragem
9.000 Km
Manutenção
Fácil de encontrar
Custo de Manutenção
Normal
Esta análise foi útil para você? 
Sim (30)Não (4)
Denunciar esta análise
GV 250 MIRAGE 2012-06-07 20:48:11 Richard da costa lins
Satisfação Geral 
 
9.0
 
Visual 
 
10.0
Conforto 
 
7.0
Performance 
 
7.0
Dirigibilidade 
 
7.0
Consumo 
 
6.0
Custo x Benefício 
 
9.0
Richard da costa lins Analisado por Richard da costa lins    07 de Junho de 2012
Analista Top 1000  -   Ver todas as minhas análises

O nome da minha moto é MÍRIAN e vou customiza-la p/ ficar ainda MAIS LINDA!!!

Eu recomendo!
Prós
Visual lindo, imponente, bem clássico. Motor forte, com boa arrancada mas velocidade final menor que a versão esportiva (Comet). Disponibilidade de peças "genéricas" em substituiçào as originais + caras (concessionárias).
Contras
Mecânica coreana cheira de soluções capengas e muito plástico no lugar de metal. Ainda não consegui um consumo melhor que 20km/L.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2010
Tipo de uso
Lazer
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
11.000 Km
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Manutenção
Normal
Esta análise foi útil para você? 
Sim (25)Não (3)
Denunciar esta análise
GV 250 MIRAGE 2012-08-17 12:25:21 Junio Martins De Araujo
Satisfação Geral 
 
10.0
 
Visual 
 
10.0
Conforto 
 
10.0
Performance 
 
6.0
Dirigibilidade 
 
10.0
Consumo 
 
7.0
Custo x Benefício 
 
8.0
Junio Martins De Araujo Analisado por Junio Martins De Araujo    17 de Agosto de 2012
Analista Top 500  -   Ver todas as minhas análises

Bela moto e ótima opção para quem quer começar, acabei vendendo para um amigo para pegar uma de maior cilindrada, mas o mesmo ainda está com ela e muito feliz por sinal.

Eu recomendo!
Prós
Bonita
Barata
Boa para iniciar
Robusta
Confortável
Chama a atenção
Tem porte no trânsito
Infinidade de lojas no exterior para importar peças a bom preço
Contras
Rede de concessionários com o atendimento MUITO fraco

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2010
Tipo de uso
Lazer
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
7.000 Km
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Manutenção
Normal
Esta análise foi útil para você? 
Sim (24)Não (0)
Denunciar esta análise
GV 250 MIRAGE 2012-06-05 00:37:24 Adrian Mephistos
Satisfação Geral 
 
10.0
 
Visual 
 
9.0
Conforto 
 
9.0
Performance 
 
9.0
Dirigibilidade 
 
10.0
Consumo 
 
9.0
Custo x Benefício 
 
8.0
Adrian Mephistos Analisado por Adrian Mephistos    05 de Junho de 2012
Atualizado pela última vez: 05 de Junho de 2012
Analista Top 1000  -   Ver todas as minhas análises
Eu recomendo!
Prós
Excelente na estrada, eu tenho uma 10/11 todda original, o maximo que ja rodei direto sem parar foi 110 km, e nao me cansei, na cidade, so nao acompanha motoboy pq nao tem como meesmo ne! mas anda bem também, rodo mais no abc paulista. Eu realmente estou muito, mas muito satisfeito com ela! Morro de vontade de trocar por uma maior, ou customizar essa, mas tenho minhas duvidas, e trocar por um carro, nunca! Acompanha muito bem meus amigos na estrada com motos de 600cc à 1600cc.
Contras
caixa de direção tive que trocar precocemente, cabo embreagem e lona de freio so acho na autorizada

Condição do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Ano de Fabricação
2011
Tipo de uso
Utilitário (trabalho)
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
15.000 Km
Esta análise foi útil para você? 
Sim (23)Não (3)
Denunciar esta análise
GV 250 MIRAGE 2012-05-19 22:28:53 Giovani Dias
Satisfação Geral 
 
9.0
 
Visual 
 
10.0
Conforto 
 
10.0
Performance 
 
10.0
Dirigibilidade 
 
10.0
Consumo 
 
10.0
Custo x Benefício 
 
10.0
Giovani Dias Analisado por Giovani Dias    19 de Maio de 2012
Analista Top 1000  -   Ver todas as minhas análises

Minha Mirage 250 é EFI. Tem ótima autonomia.

Eu recomendo!
Prós
Visual Incrivel que chama atenção até de quem não gosta de Motos. Leve, Muito confortavel, Muitas opções de customização no mercado, Suspensão muito macia, entre outros.
Contras
Poderia ter 6 Marchas, e mais opções de cores.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2010
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
12.000 Km
Manutenção
Fácil de encontrar
Custo de Manutenção
Baixo
Esta análise foi útil para você? 
Sim (22)Não (4)
Denunciar esta análise
GV 250 MIRAGE 2012-07-31 22:14:47 Alex Antao
Satisfação Geral 
 
9.0
 
Visual 
 
10.0
Conforto 
 
9.0
Performance 
 
9.0
Dirigibilidade 
 
10.0
Consumo 
 
8.0
Custo x Benefício 
 
10.0
Alex Antao Analisado por Alex Antao    31 de Julho de 2012
Analista Top 500  -   Ver todas as minhas análises
Eu recomendo!
Prós
Bom torque, belo visual, boa velocidade final. CustoxBenefício excelente.
Contras
rede de concessionárias não presta. péssimo serviço. Poucos acessórios para ela.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Ano de Fabricação
2012
Tipo de uso
Lazer
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
1.200 Km
Esta análise foi útil para você? 
Sim (20)Não (7)
Denunciar esta análise
GV 250 MIRAGE 2012-07-03 01:50:49 cesar rodrigo roma
Satisfação Geral 
 
9.0
 
Visual 
 
10.0
Conforto 
 
9.0
Performance 
 
8.0
Dirigibilidade 
 
8.0
Consumo 
 
8.0
Custo x Benefício 
 
10.0
cesar rodrigo roma Analisado por cesar rodrigo roma    03 de Julho de 2012
Analista Top 500  -   Ver todas as minhas análises

recomendo pelo custo e beneficio quando comprei a mirage 150cc fiquei meio recioso, mas depois gostei tanto que comprei a mirage 250 estou com as duas motos e não me arrependo, no começo do ano de 2013 estarei comprando a mirage 650 cc se tudo de certo e estarei com a familia completa.

Eu recomendo!
Prós
tem um otimo estilo agrada pela dirigibilidade,facil de manobrar,não é tão gastona,alem da mirage 250cc eu tambem tenho a mirage 150 cc que tambem é otima
Contras
o pedal de freio deveria ser menos inclinado e o farol deveria ter a opção de lanterna igual a 150 cc

Condição do Teste

Tempo de Uso
Dei umas voltas
Ano de Fabricação
2012
Tipo de uso
Lazer
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Esta análise foi útil para você? 
Sim (18)Não (0)
Denunciar esta análise
GV 250 MIRAGE 2012-11-27 16:46:22 Alessandro Temperini
Satisfação Geral 
 
8.0
 
Visual 
 
10.0
Conforto 
 
10.0
Performance 
 
8.0
Dirigibilidade 
 
9.0
Consumo 
 
10.0
Custo x Benefício 
 
9.0
Alessandro Temperini Analisado por Alessandro Temperini    27 de Novembro de 2012
Analista Top 500  -   Ver todas as minhas análises

Adoro a moto, de verdade. É uma das motos mais confortáveis que já andei. Recebe os mesmos elogios de garupeiras. Econômica e chamativa, não tem quem não olhe e pense que é uma 600. O problema dela é a manutenção e peças cara. O tensor da corrente de comando da minha moto estourou e tive que trocar os cabeçotes. Peças + Mão de Obra = R$ 4.500 (a moto vale R$ 10.000). O protetor de corrente saiu voando do nada (acabamento ruim), um novo (não passa de um pedaço de plástico) sai por R$ 180. A relação, R$ 250, e por ai vai.

Mas o maior problema da moto é o controlar. Ela foi cadastrada errada no sistema. Eles fazem a medição de um cilindro por vez, com as taxas de uma moto de 125 cc. Até ai , tudo bem. Moto 250 cc, dois cilindros (125 cc cada), duas saídas de escape. Seria perfeito se não houvesse uma ligação entre as duas saídas do escapamento, ou seja, nunca vão conseguir as taxas de emissão de gases de 125 cc pois os gases se misturam entre uma saída e outra. Até concessionária da marca não aceita receber a moto para regular no controlar. Na Edgar Soares recebi a negativa. Alegaram que não conseguem fazer a moto passar, mesmo que esteja ruim de andar (uma concessionária hein).

Como falei, uma moto excelente, mas tem peças caríssimas e não recebeu a devida atenção da fabricante quando a cadastrou no sistema de emissão de gases do controlar.

Tenho, mas, para amigo, NÃO RECOMENDO. E quando vender a minha, não compro outra.

Não recomendo.
Prós
Bonita; confortável; ótimo consumo; chamativa, porte de moto de maior cilindrada; boa pra garupa.
Contras
Peças caríssimas; falta de concessionárias com mão de obra qualificada; moto carburada não passa no controlar por erro no cadastro dela no sistema da Controlar.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2008
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
32.000 Km
Manutenção
Difícil de encontrar
Custo de Manutenção
Alto
Esta análise foi útil para você? 
Sim (17)Não (1)
Denunciar esta análise
GV 250 MIRAGE 2013-02-11 21:25:56 Tarciso Amaro Sarain
Satisfação Geral 
 
8.0
 
Visual 
 
8.0
Conforto 
 
6.0
Performance 
 
7.0
Dirigibilidade 
 
9.0
Consumo 
 
9.0
Custo x Benefício 
 
10.0
Tarciso Amaro Sarain Analisado por Tarciso Amaro Sarain    11 de Fevereiro de 2013
Analista Top 500  -   Ver todas as minhas análises

A minha "Preta Chic" saiu da CC KBX de Campinas em fins de maio 2011 passei a rodar após julho devido regularização de cnh. atual 27.000 km dentro do segmento custom para quem curte a viagem e se integra a ela, não vejo outra opção neste custo X Benefício. Consumo médio acima de 23 km litro, cheguei a fazer 30 andando devagar em viagem com tempo chuvoso. em Setembro 2012 andei 3.400 km. saindo de BH x Cuiabá MT x Campinas SP dois dias ida e dois na volta, no primeiro dia 930 km BH X Rio Verde GO, amigo de viagem tem uma Mid 950 Yamaha, andamos sempre acima de 110 km hora com calor imenso. Troquei uma bobina com 6 mil km e o retificador com 9 mil. faço troca de oleo e filtro a cada 3.000 km participo de passeios e encontro de motociclistas e vejo muitas com seus proprietários satisfeitos. Ando sem o banco do carona, e o do piloto um estofador colocou mais duas camadas de espuma de boa densidade sobre a original e nas laterais, trocando o tecido, sem isso não se consegue andar mais de 100 km sem precisar parar para esticar a coluna, característica, existem bancos alternativos, caros mas de qualidade. tenho par de bolsas laterais, para brisa e um protetor de motor, com pedaleiras, da para por os pés nas viagens longas. pequenas viagens de até 500 km fazemos no bate e volta mesmo dia. ao contrario de esportivas, os pneus duram bem mais, troquei o traseiro com 18 mil ( coloquei de Fusca por falta de opção na viagem ) andei 8 mil km e agora aos 27 voltei a comprar metzeler original da moto, não é caro como das esportivas e que duram muito pouco. o Dianteiro ainda tá perfeito, desmontei corrente para limpeza a relação está novinha mesmo com esta km. moto honesta. Conjunto de velocímetro e conta giros de fácil leitura com hodômetro total, e dois parciais, luz de intensidade controlada e bonito visual, tem marcador de combustível que muitas motos grandes não tem. Farol bom e mais um útil pisca alerta. tenho apoio da concessionária de Campinas onde os mecânicos conhecem a moto. fiz recente revisão combinada, limpeza de bico injetor e corpo de borboleta, mais velas de iridum NGK. pequena melhora desempenho e mais econômica.

Eu recomendo!
Prós
Moto robusta de visual bonito, imponente. dócil nos comandos, seu habitat é estrada, onde não há vibrações incomodas. considero consumo de combustível dentro do esperado para seu tamanho, faço média acima de 25 km litro cidade X estradas. com o preço de uma 600 bem usada, mais de 15 anos, se compra uma e ainda consegue financiamento o que não ocorre com usadas antigas. só recomendo para quem curte o estilo estradeiro, se estão acostumados com outro visual ou curtem esportivas há a comet meu filho tem uma 2010 e está contente.
Contras
não gosto do transito pesado, não ando nos corredores e a embreagem ficando aquecida não é fácil para colocar neutro. Algumas regiões as concessionárias só vendem pelo que tenho visto de amigos, manutenção nem sempre é bem feita por falta de conhecimento dos mecânicos, dentro e fora das concessionárias. Peças e acessórios são caros, mas dentro da realidade do Brasil. em 2012 morei em BH a Concessionaria me atendeu bem quando precisei para revisão e manutenção.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2011
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Pista
Quilometragem
27.000 Km
Manutenção
Fácil de encontrar
Custo de Manutenção
Normal
Esta análise foi útil para você? 
Sim (17)Não (0)
Denunciar esta análise
GV 250 MIRAGE 2013-06-11 19:34:56 alexandre cardoso
Satisfação Geral 
 
8.0
 
Visual 
 
10.0
Conforto 
 
6.0
Performance 
 
10.0
Dirigibilidade 
 
7.0
Consumo 
 
8.0
Custo x Benefício 
 
8.0
alexandre cardoso Analisado por alexandre cardoso    11 de Junho de 2013
Atualizado pela última vez: 11 de Junho de 2013
Analista Top 500  -   Ver todas as minhas análises

A mirage é uma boa moto, sendo que o único defeito apresentado foi o sensor de velocidade que quebrou e foi trocado na garantia.

Tive um outro problema que foi devido a um erro dos mecânicos da concessionária na hora da montagem e não problema do produto. A bobina foi instalada do lado errado danificando a mesma. O problema foi solucionado na garantia.

No meu ponto de vista o único problema da kasinski são seus mecanicos pois a maioria dos problemas que ocorrem nas mirages de pessoas que conheço é culpa de erros de montagem ou até mesmo relaxo na montagem, portanto quem adquirir uma mirage 0km recomendo até a primeira revisão por segurança não fazer viagens e sim andar pela cidade para que os defeitos oriundos de ERROS DOS MECANICOS da kasinski não causem grandes dores de cabeça.
Após a primeira revisão antes de fazer a primeira viagem rode mais uns 300 kilometros dentro da cidade e após esse período se não houver problemas, dificilmente ocorrerá algum problema.

Até o momento estou muito satisfeito com a moto.

Eu recomendo!
Prós
Uma moto forte onde é possível manter uma velocidade de cruzeiro a 120km/h com folga de mais 20 a 30km/h, possui um motor robusto
Contras
- Mecânicos das concessionárias kasinski são um pouco relaxados dando a impressão que fazem o que tem que fazer as pressas resultando em fios e cabos prensados que ocasionam problemas futuros
- Demora de peças, principalmente quando a moto está na garantia, pois as concessionarias não utilizam as peças do estoque para consertar motos na garantia.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2012
Tipo de uso
Lazer
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
1.800 Km
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Manutenção
Normal
Esta análise foi útil para você? 
Sim (10)Não (0)
Denunciar esta análise
GV 250 MIRAGE 2013-05-22 11:21:52 Afonso Andrade
Satisfação Geral 
 
1.0
 
Visual 
 
8.0
Conforto 
 
3.0
Performance 
 
6.0
Dirigibilidade 
 
6.0
Consumo 
 
8.0
Custo x Benefício 
 
8.0
Afonso Andrade Analisado por Afonso Andrade    22 de Maio de 2013
Analista Top 500  -   Ver todas as minhas análises

fiquei na rua um montão de vezes por causa de pane elétrica e comprei zero km a assistência técnica é um fiasco.

Não recomendo.
Prós
A moto é bonita, tem estilo, preço justo e muito econômica. Sem contar para o fato que para uma 250cc, ela tem porte de 500cc. É linda
Contras
Porque não comprar, não tem pós venda, comprei uma zero km e tive inúmeros problemas elétricos com retificador(fiquei na rua uma duzia de vezes) mandei e-mail para a fabrica, que nunca respondeu. Falei com a concessionaria, que disse ser assim mesmo (o problema existe), não retifica, não carrega bateria, derrete chicote, bate suspensão -não aguenta dois passageiros etc. Resultado= troquei a minha Mirage 250 / 2011, com 13 mil km por uma Shadow 750 / 2007 com 19 mil, e estou muito feliz.... uma pena a fabrica não dar atenção para o cliente e estar preocupada somente com a venda...

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2011
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
13.000 Km
Manutenção
Difícil de encontrar
Custo de Manutenção
Alto
Esta análise foi útil para você? 
Sim (8)Não (1)
Denunciar esta análise
GV 250 MIRAGE 2013-08-22 23:18:42 Vinícius de Melo
Satisfação Geral 
 
10.0
 
Visual 
 
9.0
Conforto 
 
9.0
Performance 
 
10.0
Dirigibilidade 
 
9.0
Consumo 
 
9.0
Custo x Benefício 
 
9.0
Vinícius de Melo Analisado por Vinícius de Melo    22 de Agosto de 2013
Analista Top 100  -   Ver todas as minhas análises

Minha primeira impressão com a postura de pilotagem nessa moto não foi das melhores, por conta do tanque largo, mas depois me acostumei.

Peguei a moto usada com menos de seis mil quilômetros e até o momento não tive grandes dores de cabeça. Problemas elétricos, tive com a queima do retificador e alguns fios que rasparam no pneu novo (acredito que o Commander II tenha medidas diferentes do ME77).

O antigo dono teve problema na ECU que foi substituída em garantia e ainda instalada uma caixa de proteção.

Uma boa moto, mas se você pega muito trânsito, aconselho substituir o guidon original por um modelo um pouco mais estreito (usei um CBII), isso já ajuda bastante, lembrando que nunca terá a mobilidade de uma CG. Por outro lado, já passei com facilidade onde outras customs tiveram dificuldade e nunca precisei ralar a pedaleira em curvas.

Não considero o preço dela tão bom assim, mas infelizmente a única moto que chega perto de concorrer com ela (com especificações inferiores) custa quase a mesma coisa, sem concorrência o preço nunca irá baixar.

Do meu ponto de vista, o que falta nesta moto é sexta marcha.

Eu recomendo!
Prós
Motor forte, boa resposta atingindo e sustentando velocidades interessantes para uma 250 cc.

Painel completo, com conta giros, indicadores independentes de pisca, farol alto, ponto morto, dois odômetros parciais e um total, relógio e ajuste de intensidade de luz para o display.

É uma moto bonita, mesmo eu não sendo muito fã do estilo mais clássico.

Bom acabamento.

Tanque de 14 litros tem boa autonomia.

Os freios são bons, mesmo o traseiro sendo tambor.

Boa compatibilidade de peças com outras motos e existem algumas peças paralelas para ela, como relação, cabos, corrente de comando, etc.

Relativamente econômica, consigo manter média de 26 km/l andando tranquilamente.

Muito confortável para o piloto, mas nem tanto para o garupa, é aconselhável trocar o banco, embora já tenha visto bem piores.

Farol forte, ilumina bem mesmo com lâmpadas "Standard".

Piscas com coxins bastante flexíveis, em caso de esbarrar em algo (como um carro no estacionamento) eles entortam ao invés de desencaixar ou quebrar.

Fácil acesso as ferramentas embaixo do banco, que é liberado usando a chave da moto o que dificulta um pouco caso algum espertinho queria levar seu kit embora, embora esse kit não seja tão rico.

Bujão de drenagem magnético, ajuda a reter o metal misturado no óleo.

Os comandos ficam em uma boa posição, pelo menos para mim não necessita avanço.

Comandos elétricos até o momento se mostraram bons e práticos.
Contras
Valor de algumas peças de reposição alto.

O espelho original plano é péssimo, tanto que troquei pelos da Intruder 2012. O engraçado é que a Mirage 150 tem espelhos semelhantes e convexos. São fornecedores diferentes, mas poderia padronizar uma peça barata como o espelho.
Não vem com cavalete central e o mesmo custa caro tanto na concessionária quanto o da Roncar.

O pneu traseiro é um pouco difícil de calibrar, por isso é interessante colocar um bico em "L" ou um adaptador.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Ano de Fabricação
2010
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
23.500 Km
Esta análise foi útil para você? 
Sim (7)Não (0)
Denunciar esta análise
GV 250 MIRAGE 2013-06-12 16:42:22 Anderson Gradischer
Satisfação Geral 
 
9.0
 
Visual 
 
10.0
Conforto 
 
6.0
Performance 
 
8.0
Dirigibilidade 
 
9.0
Consumo 
 
6.0
Custo x Benefício 
 
9.0
Anderson Gradischer Analisado por Anderson Gradischer    12 de Junho de 2013
Analista Top 500  -   Ver todas as minhas análises
Eu recomendo!
Prós
Bom desempenho na estrada, boa dirigibilidade e aparenta ser uma moto maior do que realmente é.
Contras
Preço elevado das peças em relação às outras motos 250cc, dificilmente se encontra mecânicos que arrumem ela fora das concessionárias, baixa qualidade dos cromos e os famosos problemas elétricos.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Ano de Fabricação
2011
Tipo de uso
Lazer
Terreno testado
  • Urbano
  • Terra
  • Estrada
Quilometragem
7.000 Km
Esta análise foi útil para você? 
Sim (7)Não (0)
Denunciar esta análise
GV 250 MIRAGE 2013-09-04 01:37:21 Renan Mãozinha
Satisfação Geral 
 
7.0
 
Visual 
 
9.0
Conforto 
 
8.0
Performance 
 
9.0
Dirigibilidade 
 
9.0
Consumo 
 
9.0
Custo x Benefício 
 
7.0
Renan Mãozinha Analisado por Renan Mãozinha    04 de Setembro de 2013
Analista Top 50  -   Ver todas as minhas análises

Tive 3 dessa motos já, comprei uma carburador gostei muito peguei uma injetada, tive que vender, ai em outra oportunidade comprei a terceira, de motor ela é fantástica, forte, rapida, anda demais e junto com as shadows 750!

Mas nem tudo é uma maravuilha as peças muitas delas são de plástico uma porcaria, e a parte eletrica então, uma merda do começo ao fim, comprando a moto com injeçção é necessário trocar Estator retificador e refazer a parte eletrica toda, senão você ficará na rua que nem eu fiquei algumas vezes....

Eu recomendo!
Prós
- Moto muito forte por ser 250, devido a ser bicilindrica e pesada, em retas mantem a velocidade de cruzeiro de 160 km/h, só rpecisa de uma bolha pra proteger o piloto
- Economica, andando a 100, faz 24 km/l, andando a 150 faz 19 km/l
- Equipada a moto fica linda, e super confortável, porem de fabrica, parece que o banco é de pau
- Tanque de gasolina largo, tem pisca alerta
- Cicvlistica muito boa, tem torque forte em todas as faixas de rotação
Contras
- Cambio duro e impossivel de engatar neutra 90% das vezes
- Parte eletrica é pior que celular da china, falo sério, se você comprar uma com inejação, precisa trocar as peças para não ter surpresas agradáveis
- Autorizadas pode esperar o pior serviço possivel com o maior preço imaginado
- Peças desgastam rápido, protetor de corrente de plástico quebra fácil não dura um ano

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2011
Tipo de uso
Lazer
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
15.000 Km
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Manutenção
Alto
Esta análise foi útil para você? 
Sim (6)Não (0)
Denunciar esta análise
GV 250 MIRAGE 2013-05-24 12:40:02 CÉZARE DE ROSSO CARDOSO
Satisfação Geral 
 
10.0
 
Visual 
 
10.0
Conforto 
 
9.0
Performance 
 
10.0
Dirigibilidade 
 
10.0
Consumo 
 
10.0
Custo x Benefício 
 
10.0
CÉZARE DE ROSSO CARDOSO Analisado por CÉZARE DE ROSSO CARDOSO    24 de Maio de 2013
Analista Top 1000  -   Ver todas as minhas análises

Moto muito boa já tive várias motos, mas esta superou, é a melhor.

Eu recomendo!
Prós
Muito bonita, gostosa de pilotar, respostas rápidas.
Contras
Banco desconfortável, ao longo da viagem o piloto encosta no banco do carona.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Ano de Fabricação
2012
Tipo de uso
Lazer
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
3.000 Km
Esta análise foi útil para você? 
Sim (4)Não (1)
Denunciar esta análise
GV 250 MIRAGE 2013-11-22 13:59:26 Chico Rossi
Satisfação Geral 
 
8.0
 
Visual 
 
9.0
Conforto 
 
7.0
Performance 
 
9.0
Dirigibilidade 
 
10.0
Consumo 
 
9.0
Custo x Benefício 
 
8.0
Chico Rossi Analisado por Chico Rossi    22 de Novembro de 2013
Analista Top 10  -   Ver todas as minhas análises

Não são todas as cidades do estado de São Paulo que tem autorizadas, e com isso vc tem de deslocar para as assistências técnicas, caso vc goste de fazer suas manutenções em autorizadas.

Eu recomendo!
Prós
Com porte de moto maior do que as 250 cc que tem. Bonita.
Contras
para viagens mais longas, as costas começam a incomodar

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2004
Tipo de uso
Lazer
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
30.000 Km
Manutenção
Difícil de encontrar
Custo de Manutenção
Normal
Esta análise foi útil para você? 
Sim (4)Não (1)
Denunciar esta análise
GV 250 MIRAGE 2014-09-12 21:18:08 alexandre cardoso
Satisfação Geral 
 
9.0
 
Visual 
 
10.0
Conforto 
 
7.0
Performance 
 
10.0
Dirigibilidade 
 
10.0
Consumo 
 
7.0
Custo x Benefício 
 
7.0
alexandre cardoso Analisado por alexandre cardoso    12 de Setembro de 2014
Analista Top 500  -   Ver todas as minhas análises

Minha mirage ja é a nova com injeção Delphi, estou muito satisfeito e compraria novamente.

Eu recomendo!
Prós
Mesmo sendo uma moto 250cc anda muito bem na estrada trabalhando em 110 a 120 com folga, o conta giros começa a entrar no limite (vermelho) em 12000 giros sendo que a 110km/h você ainda está em 7500 giros

É uma moto muito bonita e manutenção não muito cara se comparado com outras motos custom.
Contras
1- Kasinski está falindo e peças você só consegue através de vendedores em sites como o mercadolivre ou importando direto da coreia em sites como o http://www.hyosungsource.com/

2- Para ficar tranquilo é necessário trocar o retificador original por um de melhor qualidade que são reforçados como os das marcas chiaratto ou gr-motos do contrário você terá problemas pois ele super aquece chegando a derreter os conectores.

3- Um outro ponto deficiente, é a vedação dos conectores. Ao adquirir uma mirage 250, é necessário levar em uma oficina, pedir para tirar o tanque e vedar com fita isolante e de alta fusão todos os conectores para que em uma chuva não entre água causando mau contato.

4- A cada chuva que você pegar, por precaução ao chegar em casa é importante secar o sensor do pezinho com um pano e jogar um WD para que o mesmo fique protegido e com o tempo não enferruje

Tomando esses cuidados dificilmente você terá problemas

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2012
Tipo de uso
Lazer
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
8.000 Km
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Manutenção
Normal
Esta análise foi útil para você? 
Sim (3)Não (0)
Denunciar esta análise
GV 250 MIRAGE 2015-02-12 20:27:09 Antônio Magno de Rezende
Satisfação Geral 
 
7.0
 
Visual 
 
7.0
Conforto 
 
7.0
Performance 
 
7.0
Dirigibilidade 
 
7.0
Consumo 
 
5.0
Custo x Benefício 
 
7.0
Antônio Magno de Rezende Analisado por Antônio Magno de Rezende    12 de Fevereiro de 2015
Analista Top 1000  -   Ver todas as minhas análises

Cheguei a perder a motivação e colocá-la a venda por causa da dificuldade de manutenção. Depois encontrei um mecânico na minha cidade que se especializou em Kasinski de tanto ver seus amigos reclamando da assistência técnica. Corrigiu o defeito da parte elétrica que as concessionárias não deram conta de resolver. Daí em diante, só alegria. Comprei a moto em outubro de 2010 (0 km), hoje ela está com 33.000 km. Só troquei pneus traseiro com 8000 km e dianteiro a cada dois traseiros; cabo de acelerador (uma vez); os retrovisores que vibravam muito; o pinhão (uma vez) e a bateria duas vezes, usando atualmente uma Naja, há mais de dois anos. Não passo do limite de velocidade da via e o consumo gira em torno de 22 km/litro. Se fizer as trocas de óleo e as revisões nas épocas certas, não dá problema. Uso no dia-a-dia no trabalho e em viagens apenas em rodovias.

Eu recomendo!
Prós
Um produto interessante pelo preço. Possui boa apresentação. O investimento é baixo e garante diversão. Oferece até certo conforto em viagens mais longas, devido à proximidade de minha cabeça com o solo (68 cm de perna). A relação custo benefício é boa.
Contras
A dificuldade de encontrar boas concessionárias. O interesse da rede parece que é apenas vender a motocicleta e não dar manutenção a ela. A minha, enquanto na garantia sempre foi revisada pela concessionaria onde a comprei. Mostraram grande incompetência no trato dos defeitos que ela apresentou. O consumo poderia ser melhor, embora muitos pensem que quem anda de custom não se preocupa com consumo. Mas temos que pensar em melhorar a eficiência energética das motocicletas a exemplo dos carros. A Honda já tenta fazer isso com a CTX . Que a concorrência siga o exemplo...

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2010
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
33.000 Km
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Manutenção
Normal
Esta análise foi útil para você? 
Sim (2)Não (0)
Denunciar esta análise
GV 250 MIRAGE 2015-02-10 17:03:11 Fábio
Satisfação Geral 
 
10.0
 
Visual 
 
10.0
Conforto 
 
10.0
Performance 
 
9.0
Dirigibilidade 
 
6.0
Consumo 
 
9.0
Custo x Benefício 
 
9.0
Fábio Analisado por Fábio    10 de Fevereiro de 2015
Analista Top 500  -   Ver todas as minhas análises

Moto excelente, tem estilo, nem parece 250cc, muitos duvidavam quando eu falava a cilindrada, tem força considerável pela cilindrada e pelo tamanho, é confortável (viajei muito com minha esposa), enfim, é uma moto excelente pra pegar estrada, adorava viajar com ela e como um fã incondicional das custom adorava colocar acessórios para deixar do meu jeito! A única coisa ruim é a dificuldade para encontrar peças originais, por exemplo, quando eu precisava de filtro de óleo, ou comprava pela internet ou tinha que ir à Amparo na concessionária.
Para a cidade demora um pouco pra acostumar com a dirigibilidade pois é uma moto feita pra estrada, mas pra viagens é excelente. Só troquei pra pegar uma maior! Sem falar que pelo valor, você não vai encontrar uma com todo esse estilo (a não ser a Virago, mas essa é bem mais antiga).

Eu recomendo!
Prós
Estilo;
Potência (considerando a cilindrada e o peso)
Conforto
Economia
Contras
Dificuldade em encontrar peças

Condição do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Ano de Fabricação
2010
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Pista
Esta análise foi útil para você? 
Sim (1)Não (0)
Denunciar esta análise
 
Powered by JReviews

Postado: 12 Ago 2013 19:08 por Stranger in Black #640587
Stranger in Black's Avatar
O interessante é que se o Dolar cair, não ajuda em nada... :unsure:
Vai entender... :dry:
Postado: 08 Mai 2013 21:24 por MANDRUVADOIDAO #634402
MANDRUVADOIDAO's Avatar
O problema dessas motos importadas é que se o dólar subir, estamos fritos.
Postado: 12 Ago 2012 16:04 por luis.carlos #609653
luis.carlos's Avatar
Eu tenho uma m boa
Postado: 31 Jul 2012 19:11 por alex.antão #607612
alex.antão's Avatar
Tenho a pouco tempo ainda, mas é uma excelente moto, com um bom torque e boa velocidade final. Perfeita para a cidade e para quem quer pegar uma estrada sem pressa de chegar. Velocidade de cruzeiro 100-110km/h tranquilo.
O que não presta é a concesionária. Minha moto esteve PERFEITA nos primeiros 1.000km e voltou da revisão com problemas na injeção, culpa da concessionária.