Análises escritas por Fernando Marques

1 resultados - mostrando 1 - 1
 
Naked
 
Satisfação Geral 
 
10.0
 
Visual 
 
10.0
Conforto 
 
6.0
Performance 
 
10.0
Dirigibilidade 
 
8.0
Consumo 
 
7.0
Custo x Benefício 
 
9.0
Fernando Marques Analisado por Fernando Marques    27 de Setembro de 2012
  -  

Quem ainda não experimentou, faça um teste drive, ande na de um amigo. Mudem os conceitos. Não vai derrubar as antigas de mercado, mas é uma opção válida, muito bonita, robusta e com ótimo desempenho e comportamento. Em nada lembra as bixeiras que a Dafra vendia. Essa é pau a pau com as japonesas!

Eu recomendo!
Prós
A moto desenvolve muito bem. Fiz um passeio curto, até Serra Azul, seguindo duas Tenerés 250 com dois amigos. O passeio foi ótimo e a moto correspondeu de forma sublime na estrada.
Retomadas rápidas e decisivas, mesmo em sexta marcha. Excelente estabilidade, bem grudada no chão. O motor tem um ronco muito agradável que permite pilotar por horas sem se encomodar.
Posição de pilotagem é a maior graça e o tormento da moto. A posição lembra muito a MT06 da Yamaha. O Guidão é alto, passa sobre os espelhos dos carros sem contorcionismo. E as pernas recuadas no começo é estranho mas depois se mostra muito boa. Ficou uma mescla de Trail com Street bem interessante...

149km/h marcados no painel. Anda bem pra caramba!!!
Contras
Sim, existe os contras...

O banco do piloto é macio, e a moto é dura. Em trajetos curtos, essa combinação funciona, pois transmite conforto ao piloto e a moto garante sua parte com boa estabilidade. Em trajetos longos, o assento cansa, dói entre a bunda e a coxa, e se torna incomodo.
As manoplas originais são terríveis e foram trocadas com menos de uma semana. A Dafra deveria mudar isso imediatamente. É barato, mas algo chato.
A embreagem com a moto zero km é bem dura. Demora um tempo para assentar e isso cansa as mãos. Gera fadiga mesmo. Aliado as manoplas duras, vira um caos.
Para quem anda com garupa, melhor pensar em outra moto. Essa aceita uma garupa de forma bem esporádica. O assento é curto, com pouca espuma, tornando-se extremamente desconfortável. Junta com a suspensão rígida, é só pancada.
O Esterçamento...
Alguns colocam como ponto negativo da moto. Não é bem assim. Essa falta de esterço foi sentida em transito completamente parado e travado.
Onde é preciso achar aquelas frestas pra passar entre os carros, ela não dobra como deveria. Nesse momento, é onde a falta de esterço atrapalha. Mas foram poucas vezes que me vi nessa situação.
Em modo normal, com transito caotico mas com algum espaço, e corredor, ela é tão ágil quanto qualquer outra moto. Somente naquelas horas que precisa ficar serpenteando entre os carros com os dois pés no chão que a falta de esterço é sentido. E só. Portanto, não deve ser levado em consideração para decidir ou não a compra da moto. A não ser que seja piloto de fuga...

A Vibração incomoda um pouco em altas RPMs, acima de 8500 por ai. A Sexta marcha anula esse problema.

Boa moto e vale ser considerada como opção de compra sim! Eu compraria de novo, e de novo e de novo se fosse preciso, estou muito satisfeito! É uma ótima opção para quem quer sua 250/300cc !

Condição do Teste

Tempo de Uso
Dei umas voltas
Ano de Fabricação
2012
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
  • Pista
Esta análise foi útil para você? 
Sim (29)Não (2)
Denunciar esta análise
1 resultados - mostrando 1 - 1
Powered by JReviews