Análises escritas por Felipe Brandão

3 resultados - mostrando 1 - 3
 
Scooter/Cub
 
Satisfação Geral 
 
9.0
 
Visual 
 
6.0
Conforto 
 
8.0
Performance 
 
8.0
Dirigibilidade 
 
8.0
Consumo 
 
9.0
Custo x Benefício 
 
10.0
Felipe Brandão Analisado por Felipe Brandão    29 de Agosto de 2012
Atualizado pela última vez: 29 de Agosto de 2012
Analista Top 100  -  

A primeira moto que eu tive. Fico feliz em estrear os comentários sobre a antiga Crypton, é uma motinha muito guerreira e que não deixa na mão. Infelizmente perde pra biz pelo fato de a revenda não ser tão fácil quanto. Muito boa!

Eu recomendo!
Prós
-Bem econômica como deve ser uma moto desse porte.
-A Crypton é famosa por não quebrar, realmente essa moto é bem guerreira.
-Seu painel é bem simples e agradável.
-Manutenção simples.
Contras
-Meio difícil encontrar peças.
-Falta do espaço pra colocar capacete presente na biz, importante em motos desse segmento.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2003
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
Urbano
Quilometragem
43.000 Km
Manutenção
Fácil de encontrar
Custo de Manutenção
Baixo
Esta análise foi útil para você? 
Sim (2)Não (0)
Denunciar esta análise
Street
 
Satisfação Geral 
 
9.0
 
Visual 
 
9.0
Conforto 
 
6.0
Performance 
 
10.0
Dirigibilidade 
 
9.0
Consumo 
 
4.0
Custo x Benefício 
 
5.0
Felipe Brandão Analisado por Felipe Brandão    29 de Agosto de 2012
Analista Top 100  -  

Apesar de ter escrevido muitos contras, no fim das contas pra mim eram só detalhes. Adorei a moto e só vendi porque precisava do dinheiro mesmo. Não pensaria duas vezes em ter outra GS 500 (mas dessa vez uma mais nova). A moto é simplesmente demais, um canhão. Como disseram anteriormente, "moto com cara de moto". Muitas saudades dessa moto.

Eu recomendo!
Prós
-Motor muito potente, ótimo para estrada e com bom torque pra dentro da cidade.
-Visual esportivo (Tive uma 97 que ainda era neste estilo com semi guidão) e arrojado, chama a atenção na rua pela robustez da moto, muito bonita mesmo.
-O ronco com escape esportivo é maravilhoso, tanto em baixa, quanto em altas rotações.
-Fácil a condução na cidade mesmo com o semi guidão. Na estrada, então, é um deleite, pilotava só nas coxas. rs
-Bons freios e trocas de marcha suaves e com regulagem da altura do pedal.
-Farol muito bom.
Contras
-Peças originais pode esquecer. Extremamente caras e difíceis de achar. Não tive dificuldade com as paralelas, achei sempre que precisei na net e com preço bom. O problema fica para peças mais importantes como carburador e painel. Se precisar substituir tem que comprar usada (tentar, porque não é fácil).
-Em cidades que não são capitais, é dificil achar alguém capacitado pra mexer numa moto como a GS 500. A parte de regular e equalizar carburadores, então, não é pra qualquer zé ruela que mexe em CG.
-O painel de instrumentos é de dar raiva, sem recurso nenhum, absolutamente nenhum. Isso deveria ter sido acertado pelo menos nas versões acima de 2003.
-A minha era meio beberrona por estar em um estado não tão bom, mas ouvi dizer que as mais novas são bem econômicas.
-A suspensão dianteira é HORRÍVEL! Da traseira também, mas tem regulagem pelo menos.
-A falta do medidor de gasolina é sofrível.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
1997
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Manutenção
Alto
Esta análise foi útil para você? 
Sim (4)Não (0)
Denunciar esta análise
Street
 
Satisfação Geral 
 
8.0
 
Visual 
 
6.0
Conforto 
 
5.0
Performance 
 
7.0
Dirigibilidade 
 
9.0
Consumo 
 
7.0
Custo x Benefício 
 
7.0
Felipe Brandão Analisado por Felipe Brandão    29 de Agosto de 2012
Atualizado pela última vez: 29 de Agosto de 2012
Analista Top 100  -  

Só tenho tempo de usar a moto fim de semana, e mesmo assim às vezes nem ando porque também tenho um carro. Mas apesar de ser mais simples que a Fazer, gostei muito da moto.

Eu recomendo!
Prós
-Moto muito boa para movimentação na cidade e aguenta uma estrada.
-Peças baratas e são encontradas em todo lugar.
-Fácil de revenda e negociação.
-Motor vigoroso com boa pegada.
Contras
-O visual só fica mais bonito depois dos modelos 2006, antes disso é um pouco retrô, mas ainda agradável.
-Moto carburada.
-Painel tem somente odômetro total e um trip parcial. Faltavam mais trips para outras marcações.
-Não gosto do bocal do tanque, acho enjoado pra colocar.

Talvez seja mais exigente porque já tive uma Fazer, que é sem comparação, ganha em visual, funcionalidades, desempenho e economia.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Ano de Fabricação
2002
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Esta análise foi útil para você? 
Sim (5)Não (0)
Denunciar esta análise
3 resultados - mostrando 1 - 3
Powered by JReviews