Análises escritas por Rafael Raffer

3 resultados - mostrando 1 - 3
 
Street
 
Satisfação Geral 
 
6.0
 
Visual 
 
8.0
Conforto 
 
7.0
Performance 
 
9.0
Dirigibilidade 
 
7.0
Consumo 
 
7.0
Custo x Benefício 
 
8.0
Rafael Raffer Analisado por Rafael Raffer    15 de Agosto de 2012
Analista Top 100  -  

A potencia da moto é excelente, e o fato de ela nao cortar giro é tão bom quanto. A posição de pilotagem é ótima, e me rendeu mais de 3000km em viagens ótima!!!

Ela foi uma ótima moto, até o surgimento da injeção eletrônica. O consumo da moto é variavel demais, no inverno consome mais que no verão e mantar um giro elevado consome mais que excesso de acelerações e reduções. A pedaleira do garupa fica muito proxima da pedaleira do piloto, fazendo com que os pés se toquem. O banco é confortavel, mas em longas viagem ele cede demais. O preço da manutenção é algo que eu achei absurdo, R$ 160,00 a revisão (eu pago R$ 120,00 na atual Ninja). Isso sem contar o preço do comando de valvula que estava quase na hora de trocar, mas quando vi o valor de R$ 450,00 (que seria trocado a cada 25.000km) resolvi vender a moto.

E o famoso BARULHO DE CORRENTE. Hoje a honda chama isso de "caracteristica da moto". Esse barulho é um DEFEITO.

Eu recomendo!
Prós
- Torque
- Potência
- Sem limitador
- Posição de Pilotagem
- Painel
- Iluminação do Farol
Contras
- Consumo
- Pedal do Garupa
- Retomadas
- Preço de manutenção
- Preço de peças extras
- Carburador
- Aderencia do pneu original
- BARULHO DE CORRENTE

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2006
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
19.000 Km
Manutenção
Fácil de encontrar
Custo de Manutenção
Alto
Esta análise foi útil para você? 
Sim (2)Não (0)
Denunciar esta análise
Esportivas
 
Satisfação Geral 
 
10.0
 
Visual 
 
9.0
Conforto 
 
10.0
Performance 
 
10.0
Dirigibilidade 
 
10.0
Consumo 
 
7.0
Custo x Benefício 
 
9.0
Rafael Raffer Analisado por Rafael Raffer    29 de Julho de 2012
Analista Top 100  -  

Uma moto robusta, com um som maravilhoso. Particularmente eu me adaptei muito bem a moto, e gostei da posição de pilotagem (que me senti melhor do que quando tinha a Fazer). A velocidade de cruzeiro é excepcional. Fazer viagens ao lado de motos grandes sem perder em nada é muito bom. A presença urbana dela é OTIMA, pois você acaba sendo visto muito facilmente e isso ajuda muito a evitar acidentes e a ganhar passagem quando está se tentando ultrapassar.
Quando andando "com o torque nas mãos" a moto faz qualquer coisa que você quiser, desde acelerar instantaneamente até parar, fazer curvar arrastando a pedaleira no chão ou ir de 0 a 100km/h em 5,4segundos.
O comportamento em autódromo é o de uma tipica Esportiva e a diversão é garantida.

A freagem da moto é MUITO BOA. E falando em freios, um conselho que dou: As pastilhas de freio de ambas as rodas é o mesmo modelo da pastilha dianteira da Fazer 250.

A moto poderia ter um aro mais largo, juntamente com o pneu. Quando troquei o traseiro por um 140, a segurança nas curvas melhorou muito.
O engate de marchas é perfeito, e achar o neutro quando se pára nos semáforos é fácil e intuitivo.
O Preço da manutenção em autorizadas é absurdo, e a Kawasaki deveria rever tanto o preço quanto a qualidade que suas revendas aplicam.

A moto é ótima. De longe é a melhor aquisição que tive.
Recomendo 100%.

Eu recomendo!
Prós
-Comportamento esportivo;
-Velocidade final;
-Dirigibilidade;
-Freagem;
-Cambio preciso;
-Giro;
-Consumo em Viagens;
-Posição de Pilotagem;
-Preço;
-Acabamento;
-Motor Bicilíndrico.
Contras
-Design do painel;
-Design do tanque de combustível;
-Aderência dos pneus em curva;
-Torque em baixa;
-Autonomia poderia ser maior (tanque de 19L);
-Conforto para o Garupa;
-Manutenção na Autorizada;
-Preço das Peças.

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2010
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
  • Pista
Quilometragem
21.000 Km
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Manutenção
Normal
Esta análise foi útil para você? 
Sim (21)Não (2)
Denunciar esta análise
Street
 
Satisfação Geral 
 
9.0
 
Visual 
 
8.0
Conforto 
 
9.0
Performance 
 
7.0
Dirigibilidade 
 
10.0
Consumo 
 
10.0
Custo x Benefício 
 
9.0
Rafael Raffer Analisado por Rafael Raffer    29 de Julho de 2012
Analista Top 100  -  

Já possuí uma Twister, e quando comprei a Fazer pensei "porque diabos não comprei a Fazer antes". A moto é muito boa em tudo. O Engate do Neutro nas marchas é um pouco falho, mas na Twister era pior. Moto silenciosa e com um consumo muito bom. Mas aconselho apenas para uso urbano. Achei o consumo exagerado quando a velocidade de cruzeiro é maior de 110km/h, que atingiu 17km/L (Minha moto atual, Ninja 250R, faz 23km/L em viagens a 150km/h).
A Falta de potencia em altos giros prejudica a moto em subidas de serra. Duas válvulas a mais ou uma mudança drástica no motor, como um cilindro a mais, valorizaria muito a moto num todo.
A Yamaha está demorando demais a atualizar seus produtos, e a Fazer está ficando pra trás em relação as concorrente. Lançar um Motor Flex sem alteração visual nenhuma, não será capaz de melhorar as vendas ou a satisfação.

Eu recomendo!
Prós
-Conforto para o Garupa;
-Consumo dentro da cidade (31km/L);
-Mudança de trajetória;
-Posição de pilotagem;
-Autonomia;
-Garantia (em Florianópolis);
-Torque em baixa.
Contras
-Potência em subidas;
-Falta de uma marcha a mais;
-Consumo acima de 110km/h (Viagem a 130km/h = Consumo de 17km/L);
-Poderia ser mais robusta;
-Design muito desatualizado em relação ao restante da familia Yamaha;

Condição do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Ano de Fabricação
2008
Tipo de uso
Meio de transporte
Terreno testado
  • Urbano
  • Estrada
Quilometragem
22.000 Km
Manutenção
Fácil de encontrar
Custo de Manutenção
Baixo
Esta análise foi útil para você? 
Sim (13)Não (1)
Denunciar esta análise
3 resultados - mostrando 1 - 3
Powered by JReviews